TENDÊNCIAS – 14.05.2021

Se você acompanha ciência e tecnologia por trás do mercado publicitário, é bem provável que se divirta com as infinitas possibilidades de marketing direcionado por coleta de dados…ao mesmo tempo que pede para sua mãe instalar um bloqueador de publicidade e não usar tanto o Facebook.
Encontrar equilíbrio entre criar experiências personalizadas para o consumidor e proteger a privacidade dos dados é complicado. A opinião pública sobre a publicidade direcionada está em ascensão, pressionando marcas a transmitir mais mensagens relevantes de formas menos invasivas. Em resumo, profissionais de marketing já não podem mais rastrear pessoas e segui-las na internet.
Neste ponto o marketing precisa ser mais tecnico, com marcas alavancando dados de formas nunca antes feitas. Mergulhar a fundo nessa visão demandará esforços, mas proverá novas dimensões para abastecer o conteúdo direcionado.

Adicione os bons e velhos “por quê”, “o quê”, “onde” e “quando” à interface do consumidor. Mais importante do que o “branco no preto” dos dados ao redor da interação do consumidor em sua jornada, é o intuito mostrado na interatividade. Analisar comportamentos exibidos pelas pessoas, inclusive quando realizam uma compra. Os tipos de interações podem parecer os mesmos, mas são muito dife

Quando se trata de coletar e analisar multitudes de dados efetivamente, a IA pode acelerar massivamente o processo de obter mais performance de uma campanha.
As marcas devem permanecer vigilantes no protocolo de privacidade, uma diretiva bem mais desafiadora num cenário global onde a governança pode variar entre mercados. Na indústria de tecnologia para publicidade, tendemos a pensar que todos entendem a ciência dos dados por trás do comportamento online. Mas quando uma pessoa comum navega na web, pode entrar no Facebook, agendar um voo e comprar algo na Amazon sem perceber que é rastreada durante todas essas ações.
A privacidade dos dados tem sido designada como imperativo no marketing tecnológico. Como resultado, creio que veremos cada vez mais marcas encontrando novos e melhores meios para entregar uma experiência de usuário personalizada, ao mesmo tempo em que permitem que os consumidores retomem o controle de suas vidas digitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *