Sérgio Lima – 14.05.2021

CINCO TENDÊNCIAS DE ESTRATÉGIA DIGITAL E COMO ELAS PODEMIMPACTAR O MERCADO EM 2021

Por Sérgio Lima, publicitário e conselheiro da NOVA/SB

A inovação sempre foi a chave para o sucesso. Ela, que chega em nossas vidas como algo novo a ser descoberto, aflora nossa curiosidade para que possamos enfrentar as adversidades e encarar novos desafios. O ano de 2020 foi assim. Marcado pela pandemia do covid-19, as empresas precisaram inovar para sobreviver e continuar operando. Algo que, no começo, causou medo e angústia aos empreendedores que não estavam acostumados a mudar drasticamente, mas que hoje já entendem que é necessário mudanças para se sobressair.

Como já dito antes, a transformação digital tem impulsionado muitas alterações dentro do setor de marketing digital. Por conta disso, como resultados que perdurarão durante o ano de 2021, é possível pontuar diversas tendências de comportamento, tecnologia e modo de trabalho que impactaram, de forma positiva, a vida de todos.

A pandemia restringiu o que mais gostamos: contato entre as pessoas de uma forma geral. Dentro de casa, foi necessário buscar novas maneiras para manter essa conexão. Nesse contexto, podemos citar as transmissões ao vivo. Todas elas se multiplicaram nas redes sociais e plataformas específicas no último ano, dando espaço para que elas tivessem proximidade e se envolvessem com os conteúdos gerados. O que foi e ainda pode ser uma peça chave para que as marcas se destaquem ainda mais, já que o engajamento é maior.

Outro ponto muito importante dentro do setor foi a utilização de conteúdos interativos. Mas claro que essa tendência não é recente, visto que a tecnologia já faz parte do nosso dia há muito tempo. Com o distanciamento social foi necessário apostar em conteúdos que envolvessem por mais tempo a atenção das pessoas. Além disso, é importante que as empresas analisem os seus dados para metrificar quais conteúdos deram certo e o número de pessoas alcançadas.

Outra tendência muito observada por conta da pandemia foi a mudança do Google na SERP (Página de resultados do mecanismo de pesquisa), que incentivou um aumento na busca sem cliques na plataforma. Fazendo com que a experiência seja mais eficaz, já que alguns trechos trazem as respostas sem que o usuário precise clicar na página. Isso incentiva as companhias a adicionarem palavras chave e informações certeiras para fazer essa conversão de forma mais simples. Ao encontrarem a resposta do que estavam procurando, é possível que considerem a sua marca como a resolução do problema.

Para finalizar, é indispensável falar o quanto esse cenário mexeu também com as nossas emoções. Por isso, aqueles que conseguiram assumir uma linha mais humana e compreender a necessidade de cada indivíduo em particular, ganharam força com o público. Não se esqueça, seja autêntico, as causas que sua marca defende devem estar em total sintonia com o que você oferece aos funcionários, em processos internos e na criação de produtos. A pandemia ainda não acabou, então essas tendências tem tudo para continuarem dando certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *