NOTAS DA SEMANA – 24.09.2021

ENTREVISTA COM LUCAS PONTES

1.Quem é Lucas Pontes?

Filho da professora Vera Elvira e de um grande publicitário Julinho Pontes. Nascido e criado em Porto Alegre, no coração do Bom Fim, onde permaneço até hoje com a empresa. Me considero um cara tranquilo, que gosta estar com as pessoas, de praia, curtir momentos de relax, viajar, ficar com os amigos, pegar onda, jogar tênis, fazer churrasco, ver o colorado, ficar com família e meus 2 amores, minha esposa Marina e minha pequena Lívia. Sou um profissional apaixonado pela indústria da comunicação, em especial na comercialização de veículos e plataformas de mídia. Comecei a trabalhar desde cedo, aos 16 anos, na empresa do meu pai, Julio Cezar Pontes, falecido recentemente. Nasci praticamente dentro de um departamento comercial  de veículo de comunicação, desde que meu pai passou a pavimentar esse lindo caminho na saudosa TV Piratini. Desde esse período, criança, sempre ouvindo histórias, nomes importantes do nosso meio, relações clientes e agencias, metas e muita conexão com o lado veículo de comunicação. Foi difícil a fruta cair longe do pé. Comecei minha caminhada profissional na JC Comunicações em 1994 (empresa criada pelo meu pai no final da década de 70), sendo Opec no auge das emissoras de rádio do interior do estado, depois mais alguns anos de aprendizado na MTV e no Jornal Valor Econômico (Vit Comunicação), voltei para casa com a missão de trazer novos negócios e migrar a empresa para o cenário digital que se apresentava e não era muito levado a sério. Permaneço até hoje conduzindo com muita energia e dedicação a JC COMUNICAÇÕES e essa paixão chamada propaganda, com um grande legado a seguir. Consolidada, a JC esta no seu 44º ano de atuação no mercado gaúcho, representando grandes plataformas de conteúdo com formatos e tecnologias de mídias variadas. Formado em Comunicação e Marketing, nunca me afastei do setor, sempre buscando aperfeiçoamento, atualizações e especializações constantes dentro destes novos cenários de formatos e mídias digitais em todas suas frentes. Paixão que me faz estar presente e participando nas mais diversas entidades do setor, como; Gav, ARP, Abradi, GM, entre outras.

2.Como é carregar esse sobrenome de uma família que é uma referência da comunicação?

Momento difícil de falar sobre esse assunto, mas também uma oportunidade de expressar a felicidade e honra muito grande de poder trilhar o caminho traçado pelo meu amado pai, em especial dentro da área comercial da propaganda e com a nossa empresa. Tenho um orgulho gigantesco e agradeço o privilégio de seguir seu legado, que sempre foi de muita dedicação, respeito, seriedade, amizade, confiança, transparência e união da família. Se eu e meus queridos irmãos, Heitor e Juliano, também minhas referências, levarmos um pouco do grande  legado deixado por ele, nas relações, no trabalho e na vida, temos a certeza que seguiremos fortes, felizes, unidos e tentando agregar cada vez mais para a Comunicação. Ah, e agora meu sobrinho Felipe, também já se aventura no mercado de agências em SP conduzindo a 3ª. geração de publicitários da família.

3. Como foi enfrentar esses últimos 15 meses?

Foram meses muito difíceis, com incertezas e angustia com as transformações que poderiam vir ou estavam por vir, mas sempre acreditando ser um momento passageiro e buscando todo aprendizado que este período trouxe, na saúde, no trabalho e na família.

4. Acreditas numa recuperação imediata ou vai demorar para o mercado voltar a ser pujante?

Acredito na recuperação mas não imediata, sim gradativamente, pois o mercado vai voltar a ser puljante novamente e com análises mais criteriosas e profundas nos investimentos de modo geral. As entregas qualificadas e transparentes é um cenário que será cada vez mais exigido. Já da para sentir uma nova energia no mercado e necessidade na retomada das rotinas e negócios.

NEGACIONISMO

São marcantes as reações do mercado quanto a decisão da PGM de mandar pagar os fornecedores de mídia e produção da campanha IPTU/COVID do ano de 2020.

“Quem te disse que a PGM fez isso”?

“Pra nós não chegou nada, não acredito!”

“Vou entrar na justiça, é mentira!”

“Não acredito! Só vendo para crer!”

“A Coluna do Nenê se vendeu, tá mentindo!”

“Ele quer as glórias, mas não vai levar”

Complicado.

FMP

Está no ar o novo projeto da Fundação Escola Superior do Ministério Público: o FMPCast. A proposta da Instituição é disseminar e expandir conhecimento nas variadas áreas do Direito. O FMP Cast aborda também temáticas sobre carreira, vida e o futuro da profissão.  

Disponível nas principais plataformas de streaming de áudio, o projeto já conta com dois episódios. O primeiro discorre sobre a Prática do Direito de Família. O segundo episódio traz o tema Interface entre o Direito Civil e Processo Civil. Ambos podem ser ouvidos  aqui. https://open.spotify.com/show/2hSVIvcO2rqMduJHRVUdxD?si=4BZEDQ39Q_2axdL-T3fQSw&dl_branch=1&nd=1

Desde o início da pandemia, a FMP tem buscado alternativas tecnológicas e de conteúdo para manter a excelência do ensino. Outro exemplo é ao MaratonOAB. Um ciclo de estudos para fortalecer e preparar para as provas do Exame da Ordem dos Advogados do Brasil.  

Acompanhe o dia a dia da FMP e conheça nossos cursos de Pós-graduação no site fmp.edu.br. 

SIMERS
Na última terça-feira (21), os associados do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) aprovaram, por ampla maioria, as contas da entidade referentes a 2020. O ato ocorreu em Assembleia Geral Ordinária, realizada de forma remota, em respeito às regras de segurança à saúde e distanciamento social.
“A transparência e o orçamento realista são legados que deixamos. O resultado do nosso trabalho está expresso nestes números, nas conquistas em favor da categoria e na defesa permanente dos médicos”, disse o presidente do Simers, Marcelo Matias, ao conduzir a apresentação. E complementou: “A entidade profissionalizou sua gestão, superou adversidades e se preparou para enfrentar os desafios futuros. Tudo isso com equilíbrio nas contas e fidelidade e ao propósito de fazer sempre o que é certo, buscando sempre valorizar a categoria”.
Mesmo impactada pela pandemia e por situações advindas de gestões anteriores, a entidade médica apresentou um balanço patrimonial ativo com crescimento permanente de 7,47%, entre 2020 e 2019. Com relação ao balanço patrimonial passivo circulante (valores a pagar com fornecedores, tributos, encargos e remunerações de funcionários e antecipações aos associados), o Simers registrou uma redução de 5,05%.
O balanço patrimonial passivo exigível (que considera o valor pagável de prováveis contingências judiciais, acima de 360 dias) teve seu total atualizado. E, a partir de 2020, acumulou uma reserva significativa, com objetivo de honrar dívidas de ações trabalhistas do passado.
No encerramento, o presidente destacou que a prestação de contas do ano passado visa mostrar claramente o que há em caixa e os cuidados tomados para prever um orçamento suficiente — seja para iniciativas em favor dos associados, seja para quitar despesas de mandatos anteriores. Marcelo Matias também ressaltou a importância da auditoria externa e do Conselho Fiscal, que aprovaram os resultados apresentados.

MOOVE

O trânsito é um lugar onde as relações muitas vezes são extremadas por circunstâncias que fogem do controle. Porém, existe espaço para que cada um dos agentes (motoristas, motociclistas, pedestres, ciclistas, caminhoneiros) enxergue o outro como um igual.

Despertar essa consciência e fortalecer a ideia de empatia nas relações de trânsito foram os desafios da Agência Moove ao desenvolver a nova campanha do Departamento de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran RS).

O conceito da campanha – ‘Quando você se coloca no lugar do outro, o trânsito se torna um lugar melhor para todos’ – foi criado pela  Agência Global e busca despertar nas pessoas os sentimentos de gentileza e empatia.

A Moove deu sequência ao conceito da campanha, com criação, direção e produção das peças, que reforçam que a empatia abre caminho para um trânsito mais humanizado, em que todos podem conviver com harmonia e segurança.

O tom da campanha é leve e positivo, e é baseado nas relações entre os agentes do trânsito, com apelo na empatia formando uma corrente na qual as pessoas se “contaminam” pelo espírito da colaboração, do convívio e da responsabilidade.

A campanha acontece durante a Semana Nacional do Trânsito, e vai veicular até o dia 29 de setembro, utilizando os meios TV, rádio e digital (Google, Facebook, Instagram, Twitter e Spotify).

FICHA TÉCNICA

COO: Luana Rodrigues
Diretora do Núcleo: Rosângela Lopes
Atendimento: Márcia Jerônimo
Planejamento: Eugênio Lumertz
Head de Criação Interino: Moisés Bettim
Criação: Moisés Bettim, Cláudia Mainardi e Ícaro Iserhard
Produção: Carla Bildhauer
Mídia: Taila Loureiro
Arte-Final: Christian Vieira
Aprovação Detran RS: Maria Edi de Moraes Gonzaga e Márcia Boeira
Aprovação Secom: Malu Macedo e Adriana Neves

SBT

Na noite da última terça-feira, dia 20 de setembro, o SBT exibiu, com exclusividade na TV aberta, o primeiro jogo da semifinal da Copa Libertadores da América entre Palmeiras e Atlético MG, direto do Allianz Parque, em São Paulo, e registrou excelente desempenho nas principais cidades do país.

No horário da transmissão do empate sem gols entre paulistas e mineiros, das 21h30 às 23h22, o SBT conquistou a vice-liderança absoluta em Manaus, Distrito Federal, São Paulo, Fortaleza, Goiânia, Rio de Janeiro, Belém, Recife, Florianópolis, Porto Alegre. Além da segunda colocação isolada nas principais praças do país aferidas pelo Kantar IBOPE, a emissora também garantiu a segunda colocação no PNT (Painel Nacional de Televisão) com o melhor desempenho desde o início da cobertura da atual edição da competição, em 10 de março deste ano.

No PNT, o SBT marcou 12,2 pontos de média, 20% de share e 14 pontos de pico. Índice 64% superior ao registrado pela emissora terceira colocada, que na mesma faixa de exibição ficou com 7,4 pontos de média. A primeira colocada fechou com 23,1 de média.

No horário da transmissão o SBT alcançou 15,4 milhões de lares e impactou 21,8 milhões de pessoas no Brasil.

Em São Paulo, praça de audiência usada como parâmetro para boa parte do mercado publicitário do país, a transmissão do confronto rendeu ao canal a maior média do ia, com 15,3 pontos de média, 22,9% de share e 17,2 pontos de pico. Índice 82% superior ao registrado pela emissora terceira colocada, que na mesma faixa de exibição ficou com apenas 8,3 pontos de média com a exibição de duas novelas e um reality show. Nesse último confronto, realizado entre 22h47 e 23h25, o SBT marcou o dobro da concorrente ao vencer por 16,4 a 8,6. A emissora líder fechou com 24,4.

Somente no horário de exibição da partida o SBT alcançou 2,1 milhões de lares e 2,8 milhões de pessoas na Grande São Paulo.

No Distrito Federal o SBT incomodou a emissora primeira colocada e alcançou a liderança durante 55 minutos consecutivos, das 22h27 às 23h22. Na média geral da transmissão, das 21h30 às 23h22, Palmeiras e Atlético-MG fechou na vice com 16,1 pontos de média, 26% de share e 19,3 pontos de pico, o melhor desempenho em audiência desde a estreia da temporada 2021 da competição sul-americana. O índice foi 220% maior que o registrado pela emissora terceira colocada, que ficou com apenas 5 pontos de média. A líder cravou 17,3 pontos de média.

No Rio de Janeiro o desempenho também foi excelente para o SBT. Mesmo com duas equipes de outros Estados, a emissora fechou na segunda colocação isolada ao registrar 9,4 pontos de média, 15% de share e 11 pontos de pico. Índice 25% superior ao registrado pela emissora terceira colocada, que marcou 7,5 de média na mesma faixa horária. A primeira colocada ficou com 26,5 pontos de média.

Em Porto Alegre, considerando o horário de bola em campo, das 21h30 às 23h22, o SBT fechou na segunda colocação com 51% mais audiência que a terceira colocada. Na média geral marcou 7,3 pontos de média, 12% de share e 9 pontos de pico. A principal concorrente fechou com apenas 4,8 pontos de média e a líder com 23,8.

Em Manaus o SBT alcançou o melhor desempenho entre todas as praças aferidas pelo Kantar IBOPE Media e registrou 20,2 pontos de média. A primeira colocada ficou com apenas 3 pontos de vantagem e fechou com 23,1 e a terceira com apenas 5,4 pontos de média.

Em Goiânia a diferença para a primeira colocada também foi pequena: apenas 1,7 ponto separou as duas emissoras. O SBT marcou 13 pontos de média e a líder fechou com 14,7 pontos de média. A terceira colocada registrou 9,4 pontos de média.

O desempenho da transmissão de Palmeiras e Atlético-MG pela primeira partida da semifinal da Libertadores em Fortaleza também foi excelente em Fortaleza e o SBT alcançou 13,5 pontos de média contra 5,6 da terceira colocada e 22,6 da primeira.

O SBT também garantiu a vice-liderança isolada em Belém ao registrar 9,4 pontos de média contra 7,6 da terceira colocada. A líder marcou 25,4 de média.

No Recife o SBT assegurou a segunda colocação com 9,2 pontos de média. A terceira colocada ficou com 6,5 pontos de média e a primeira 21,4.

Em Florianópolis a transmissão da partida entre os brasileiros rendeu ao SBT 7,6 pontos de média. A emissora terceira colocada marcou 4,3 pontos de média e a primeira colocada encerrou com 22,9.

O jogo

Com narração de Téo José, comentários de Mauro Beting, do ex-jogador Washington e análise de arbitragem de Nadine Basttos, Palmeiras e Atlético-MG terminaram o primeiro confronto das semifinais sem balançar as redes.

O placar de zero a zero leva um confronto completamente aberto para Belo Horizonte, na próxima terça-feira (28). Um empate com gols dá a vaga ao Palmeiras. Um novo 0 a 0 leva o jogo para os pênaltis. Quem vencer, evidentemente, avança na competição.

“OLHA O GOLPE”

Na quarta-feira, 22 de setembro, o SBT Rio Grande 2ª Edição, apresentado por Marcelo Chemale, estreou um novo quadro. “Olha o Golpe” alerta o telespectador para fraudes e tentativas de tirar dinheiro das vítimas por estelionatários. Especialistas em segurança dão dicas de como não cair nos “contos do vigário” mais recentes descobertos pela polícia, especialmente através das redes sociais e internet.

“O primeiro tema abordado será o golpe dos nudes. Outras extorsões, muitas vezes feitas contra pessoas idosas ou com pouca intimidade com a tecnologia, também serão abordadas. Durante a pandemia, as autoridades têm relatado o aumento desse tipo de crime, motivo que nos levou a dedicar um momento do jornal para chamar a atenção de quem nos assiste”, explica o editor-chefe, Matheus Giglio.

O SBT Rio Grande 2ª Edição vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h20 da noite.

MASBAH!

O “Masbah!” deste sábado, 25 setembro, vai até Gravataí entrar na onda dos cabelos coloridos. Mas não é qualquer cabelo colorido não. Um especialista em corte de cabelos ousados e que usa tintas e cores para dar aquela personalizada. Ele literalmente tem feito a cabeça da criançada.

O programa ainda traz a digital influencer Lauren Pfeiff. Ela, que era bancária, passou se dedicar a explorar combinações com peças de roupas que ficam paradas no guarda-roupa, foi desafiada pela apresentadora Brunna Colossi a montar cinco diferentes figurinos com uma peça só.

E continuando com os desafios que bombam nas redes sociais, neste sábado tem: limão com gelo solta fumaça? 

E logo após o “Masbah!”, tem o programa Anonymus Gourmet. Neste sábado, o menu será um Pão Carnívoro e a Torta Preguiçosa. 

CRITÉRIO

Ao completar uma década no mercado da comunicação, a Critério ─ Resultado em Opinião Pública voltou-se para sua essência: revisitou o propósito, as crenças e os conceitos que fizeram a empresa crescer. Nesta quinta-feira (23), os sócios Cleber Benvegnú, Soraia Hanna, Rafael Codonho e Tomás Adam, ao lado de todo o time da Critério, receberam clientes, autoridades e profissionais da comunicação para a celebração dos dez anos. O evento, realizado no GNC Cinemas, do Shopping Praia de Belas de Porto Alegre, marcou o lançamento do minidocumentário Essência. Assista aqui: https://bit.ly/3zAWQr9 

“A produção faz parte das ações relacionadas aos dez anos da Critério e conta quatro histórias de essência, de personagens que conservam valores muito semelhantes aos da empresa e estão interligadas conosco. Estão relacionadas com conhecimento, coragem, retidão, trabalho e fé”, destaca o sócio-fundador Cleber Benvegnú. Ele assina a concepção do filme, que foi realizado pela Mythago Produções, com roteiro de Cado Bottega e direção-geral de Mocita Fagundes. 

Essência foi rodado nas cidades gaúchas de Casca, São Vicente do Sul e Porto Alegre. Vêm da funcionária pública aposentada, Suely Cerbaro Benvegnú, e da comerciante aposentada Alvina Haigert Hanna lições de simplicidade, superação, fé, entrega e esforço. Mães dos sócios Cleber e Soraia Hanna, respectivamente, elas estrearam na telona diante do público que esteve no evento.  A secretária-executiva e policial militar da reserva, Terezinha Taborda, está na empresa desde 2020 e também compartilhou detalhes de sua história de vida. A médica Sheila Martins completa o time de personagens, trazendo o valor da experiência e do conhecimento adquiridos em sua trajetória como uma das neurologistas mais prestigiadas do mundo. Ela é presidente eleita da World Stroke Organization (WSO), presidente da Rede AVC Brasil e chefe do Serviço de Neurologia e Neurocirurgia do Hospital Moinhos de Vento.

Consolidação do trabalho

Para a diretora da Mythago Produções, Mocita Fagundes, a essência da Critério remete a amor, família e força. “Ser convidada para ilustrar a essência de uma empresa, por meio de depoimentos genuínos, é um trabalho terapêutico e absolutamente carinhoso, de empatia com o próximo. Dirigir é um ato normalmente solitário. O diretor sofre, cria expectativas, prevê o resultado e mais mil sentimentos desconexos. Nesse doc foi diferente. A construção foi se fazendo intuitivamente, com a participação das próprias depoentes. Foi bonito, verdadeiro, emocionante e foi, enfim, difícil de editar. Nasceu um filme lindo, com alma feminina”, destaca.
No lançamento, que seguiu todos os protocolos sanitários vigentes, ocorreram três exibições do audiovisual. “Hoje é um dia muito especial, pois é a consolidação de um trabalho que representa o que somos. Com o olhar voltado para o futuro, reafirmamos a nossa essência e o nosso compromisso com a comunicação”, finaliza Cleber.

FEEVALE

O Concurso Fotográfico do Festival da Primavera – Frühlingsfest, de Nova Petrópolis, premiou seis fotógrafos profissionais e amadores. Com o tema Nova em foto: um olhar para os atrativos e paisagens da cidade, o concurso foi realizado pela Prefeitura de Nova Petrópolis, em parceria com a Universidade Feevale. A atividade reuniu registros feitos na cidade, como atrativos turísticos, belezas naturais, patrimônio histórico material e imaterial, jardins, praças e arquitetura, entre outros elementos que caracterizam o município.  
Coordenado pelo professor da Feevale, Donaldo Hadlich, o concurso teve como tema Nova em foto: um olhar para os atrativos e paisagens da cidade.  “Essa ação conjunta teve como objetivo estimular nas pessoas, através da fotografia, o olhar criativo e estético sobre as coisas de sua comunidade, além de documentar e valorizar os atrativos, a cultura e as paisagens da cidade”, afirma o docente. 
Resultados 
Categoria Profissional  
1º lugar: “Rastros estelares sob o Malakoff”, de Luis Vinicius Araújo Lorena 
2º lugar: “O pôr do sol nas alturas”, de Vinícius Martins 
3º lugar: “A Alegria de dançar”, de Gilberto Winter 
Categoria Amador  
1º lugar: “Um charme de primavera”, de Guilherme Benkenstein 
2º lugar: “O colorido céu de Nova”, de Dario Gonçalves 
3º lugar: “Cultura e tradição alemã”, de Marcelo Farinha 
Categoria Instagram
Vencedor: “Cultura e tradição alemã”, de Marcelo Farinha 
Essa categoria contou com avaliação do júri técnico, formado pelos fotógrafos Mauro Stoffel e João Verno Stoffel e pelo professor Donaldo Hadlich, que coordenou o concurso.  
Nessa categoria, os votos do júri técnico tiveram peso de 70% sobre os resultados finais. Os outros 30% foram definidos por voto popular. 
Novidade nesta edição do concurso, essa categoria ofereceu premiação extra para a imagem que recebeu mais curtidas no perfil do Festival da Primavera – Frühlingsfest

LOJAS COLOMBO

Com 304 lojas espalhadas na região Sul do País, uma sede administrativa e quatro centros de distribuição, a Lojas Colombo se engaja, cada vez mais, na otimização do uso dos recursos energéticos. Há dois anos, vem trabalhando na revisão de processos e, recentemente, passou a comprar energia renovável de forma direta de parques de geração solar e eólico para parte de suas filiais. A atitude, junto com a troca de lâmpadas por outras de LED, com a instalação de sensores de presença e de um sistema de automação de condicionadores de ar, reduziu o consumo em 336.000 kWH no período, número que deverá aumentar com a expansão das iniciativas. Este valor equivale ao consumo de cerca de 2.200 residências brasileiras por mês, com base em estudo do Laboratório de Eficiência Energética em Edificações da Universidade Federal de Santa Catarina, que calculou a média de consumo dos lares brasileiros em 152,2 KWh por mês.  

Para o vice-presidente da empresa, Eduardo Colombo, a redução do consumo de energia vai muito além da economia de recursos financeiros. “A diminuição da conta de luz também significa a preservação dos recursos naturais e ambientais do nosso País em um momento de escassez de água que beira uma crise do setor. É um compromisso importante e perseguido pelo Grupo Colombo”, pontua.  

Com mais de 4 mil funcionários, a Lojas Colombo está presente em 190 municípios da Região Sul, convertendo-se na 10ª maior rede de eletromóveis do Brasil em 2020, conforme a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo. Além das 304 lojas atuais, a rede também possui e-commerce há mais de 20 anos, que representa cerca de 30% do seu faturamento anual. A Lojas Colombo faturou R$ 1,956 bilhão em 2020, valor mais de 20% superior ao de 2019. Além das lojas de eletromóveis, o Grupo também atua com a financeira Crediare; a ColomboCred, especializada em empréstimo para pessoas físicas; a Colombo Motors; a Colombo Consórcios; a Colombo Casa Pet; e a Colombo Tech, desenvolvedora de soluções de software para varejo em nível nacional.  A sede fica em Farroupilha, na Serra Gaúcha, onde foi fundada por Adelino Colombo há quase 65 anos.  

GZH

Reunindo em um só lugar, com agilidade, credibilidade e qualidade, tudo aquilo que interessa aos gaúchos, diariamente, seja do Rio Grande do Sul ou fora dele, milhões de pessoas buscam GZH para se conectarem com as principais notícias do Estado, do país, e do mundo. O jornal digital, que materializa o investimento da RBS em jornalismo local e na busca por acompanhar a forma que o público consome notícias, completa, nesta terça-feira (21), quatro anos, celebrando a data junto do público. 

Para marcar o aniversário, os assinantes de GZH foram convidados a compartilhar quais qualidades enxergam no jornal digital e quais são os conteúdos que mais gostam de consumir. Notícias, informações, esportes e colunistas se destacaram entre as respostas do público, que foram desdobradas em conteúdos especiais, como uma matéria e um vídeo.  

– Só temos a agradecer aos milhões de usuários que todos os dias valorizam e reconhecem o trabalho feito por essa grande equipe. É pelos leitores que a gente acorda todos os dias com essa paixão para buscar as melhores informações. Nosso propósito é estar ao lado dos gaúchos para desenvolver o Rio Grande do Sul em todos os aspectos – destaca Marta Gleich, diretora-executiva de Jornalismo e Esporte do Grupo RBS. 

Em quatro anos, GZH soma motivos para celebrar. Mensalmente, cerca 14 de mil conteúdos são publicados, entre notícias, reportagens, colunas e conteúdos multimídias. Como resultado, em agosto de 2021, o jornal digital registrava mais de 96 mil assinaturas, com uma média de 14,7 milhões de usuários por mês no site e no aplicativo, totalizando 73,7 milhões de visualizações mensais nas plataformas. Em 2021, até o momento, a receita com assinaturas digitais cresceu 19,2%, enquanto a receita com publicidade teve um acréscimo de 15,8%. 

Desde o seu lançamento, GZH se tornou um case mundial de estratégia de inovação. Além de ter sido eleito Veículo de Comunicação do Ano no Salão da Propaganda de 2017, foi vencedor da categoria “Melhor Site ou Serviço Móvel de Notícias” do Latam Digital Media Awards 2019, sendo reconhecido como o melhor site de notícias da América Latina. A marca também serviu de exemplo em eventos internacionais que são referência para o mercado, como o Digital Media Europe 2019 (Áustria), Media Subscriptions Week 2.0 (Suécia), Claves 2020 (Espanha), World News Media Congress (Portugal), entre outros.   

No último ano, reforçando seu propósito de conectar os gaúchos aos principais assuntos do Rio Grande do Sul, independentemente de onde estiverem, a marca estreou o posicionamento “GZH. O meu lugar. Em qualquer lugar”. A mudança foi acompanhada também de elementos de identidade visual recriados, com uma nova logomarca, e com a mudança de nome, evoluindo de GaúchaZH para GZH.   

Além disso, a aposta do Grupo RBS no digital foi reforçada em julho, quando a empresa anunciou R$ 70 milhões de investimentos, até 2024, na modernização dos parques tecnológicos de rádio e televisão e no desenvolvimento de produtos e em digital, incluindo GZH, buscando sempre evoluir para acompanhar a forma que os gaúchos consomem notícias. Parte desses recursos será aplicada ainda em 2021, em um novo ciclo de transformação dos negócios. 

MULTIPLAN

Lançado como mais uma solução para facilitar o relacionamento da Multiplan com os clientes dos seus shopping centers, o chatbot da Companhia é agora oficialmente apresentado com sua identidade e personalidade: o Zeca é a inteligência artificial que atua como assistente virtual multicanal. O nome é inspirado no fundador e CEO da Companhia, José Isaac Peres, e a tecnologia foi desenvolvida pela equipe interna do MIND (área de Marketing, Inovação e Negócios Digitais da Multiplan). O objetivo do Zeca é o mesmo da Multiplan: tornar a vida das pessoas melhor!

O chatbot está disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, e já está presente nos sites de todos os shoppings administrados pela Companhia. No ShoppingAnáliaFranco, MorumbiShopping (ambos em São Paulo) e ParkShoppingCampoGrande (Rio de Janeiro), ele também está disponível pelo WhatsApp. Entre janeiro e agosto deste ano foram mais de 380 mil mensagens trocadas com clientes e mais de 150 mil interações com usuários

Entre as principais funções, o Zeca ajuda com informações sobre localização de lojas dentro dos shoppings, esclarece horário de funcionamento ou lista quais filmes estão em cartaz nos cinemas, por exemplo. Também permite que o cliente seja direcionado diretamente ao whatsapp de lojistas para consultas, reservas de produtos ou, até, compras.

A identidade visual e a personalidade do Zeca foram desenvolvidas pela equipe do MIND em parceria com a agência Dulado. Muito inteligente, engraçado e prestativo, ele ganhou identidade própria criada a partir da icônica logomarca da Multiplan, o trevo. O Zeca pode adotar feições humanas – sorrindo ou piscando, por exemplo – e se transformar em ícones típicos de datas comemorativas, como o Papai Noel.

A novidade é mais uma iniciativa da Multiplan em sua estratégia de omnicanalidade, buscando sempre otimizar a jornada dos clientes. No futuro, ele também estará presente no Multi, o superapp dos shoppings Multiplan, nas redes sociais e em pontos físicos dos empreendimentos, como robôs, totens e tablets.

“Com o chatbot, os shoppings passam a oferecer aos seus clientes atendimento a qualquer hora, em qualquer lugar, com objetivo de complementar o atendimento humano, não substituí-lo. O serviço nos ajuda a mapear perguntas e temas frequentes e dessa forma otimizar as respostas e conhecer melhor o consumidor, para atendê-lo ainda melhor”, afirma Richard Svartman, Diretor de Estratégia Digital do grupo Multiplan.

BAND RS

O retorno do Entre Amigos aos estúdios da Band RS traz uma programação mais emocional e grandes entrevistas. Para iniciar a temporada, Alejandro Malo recebe Rosane Marchetti, jornalista, apresentadora e empresária brasileira, para falar sobre sua superação diante de um câncer de mama. “Sempre quis falar com esta jornalista que foi afetada por um câncer, que a fez sair do convívio da TV” salienta Malo. E para motivar as pessoas a mudar hábitos e trazer alegria para suas vidas, foi pensado um cenário com muito charme e alegria de viver. 

O programa manterá convidados em gravações externas e, em um formato híbrido, segue inspirado por ser o café da manhã da televisão da Band RS para todos os gaúchos. O Entre Amigos vai ao ar aos sábados, às 10h da manhã, na tela da Band TV RS e no Youtube @bandrs.

CDL POA

A Lei Geral de Proteção de Dados, a LGPD (no 13.709 de 2018), já está em vigor desde setembro de 2020, e as penalidades por seu descumprimento tiveram início em 18 de agosto de 2021. Portanto, todas as empresas, independentemente de seus tamanhos, devem dedicar-se ao entendimento e adequação à LGPD. Para auxiliar seus associados nesta jornada, a CDL Porto Alegre e a Rede de Entidades Parceiras, por meio da gestora da jurídica da CDL POA, Virgínia Menezes, e do DPO e especialista em qualidade da CDL POA, Ricardo Ribeiro, apresentam algumas informações importantes sobre o processo, sem o objetivo de encerrar o assunto, mas com o propósito de apontar caminhos.

Para se adequar à LGPD, o primeiro passo é uma leitura detalhada da lei para iniciar a fase de diagnóstico, única para cada empresa. “Todo o processo requer muita atenção e estudo, especialmente na parte da implementação”, enfatiza Virgínia. Já Ricardo Riberio recomenda, se possível, a procura de uma consultoria ou empresa especializada em LGPD para auxiliar no processo de diagnóstico e implantação da lei. “Trata-se de um processo muito delicado e cabe um olhar especializado para o tema”, aponta o DPO.

Após uma leitura detalhada da lei, os especialistas recomendam que todas as áreas das empresas se envolvam no processo. O primeiro passo, fortemente indicado, é que a organização inventarie todos os seus dados tratados. A seguir, o passo a passo indicado é avaliar o nível de proteção de dados; a conscientização de toda equipe quanto à importância e à forma de se se cuidar dos dados; o investimento em segurança de dados; e, por fim; o controle contínuo dos processos e do nível de proteção dos dados tratados pela empresa.

Algumas recomendações importantes para o processo:

Inventarie os dados tratados pela sua empresa: identifique e classifique os dados pessoais coletados, registrando o agente de tratamento (contador ou operador), certificando-se de sua necessidade, finalidade e hipótese legal para tal tratamento, bem como excluindo dados desnecessários.

Avalie o nível de proteção dos dados: Durante todo o ciclo do tratamento, ainda que realizado por operador.

Conscientize: Toda a equipe interna da importância de adequação à LGPD e priorize a contratação de fornecedores que já estejam adequados à lei, inserindo nos contratos as responsabilidades decorrentes da lei.

Invista em segurança de dados: Defina os procedimentos prioritários para a adoção de políticas de privacidade e governança, bem como de medidas para a segurança do tratamento dos dados.

Controle: Audite continuamente os processos e o nível de proteção de dados tratados pela sua empresa.

Também, recomenda-se:

1 – Auditar os contratos que se refiram a dados de pessoa física, contratos com fornecedores que, na prestação de serviço, tratem dados de pessoas físicas.

2 – Analise a lista de e-mails que a empresa utiliza para a divulgação de notícias e de serviços, em sendo e-mail de pessoa física, obtenha consentimento do titular de dados e aproveite os momentos de acesso ao cliente para tal obtenção e, caso não seja autorizado o envio de e-mails, não envie.

3 – Lembre que os contratos de trabalho dos colaboradores também precisam ter cláusulas relativas à LGPD.

4 – Esteja preparado para atender solicitação do titular de dados: confirmação do tratamento de dados, exclusão, etc.

Assim, a LGPD protege os direitos fundamentais de liberdade e privacidade e o livre desenvolvimento da personalidade da pessoa física e deve ser cumprida por toda e qualquer pessoa física ou jurídica (pública ou privada), que realize tratamento de dados de pessoa física, independentemente do meio, do país de sua sede ou do país em que estejam localizados os dados. Saiba mais sobre o assunto no site da CDL POA: https://cdlpoa.com.br/lgpd/.

BRIVIA

Elu, todes e todxs. Cada vez mais a linguagem inclusiva ganha espaço, gerando debates sobre representatividade não apenas na gramática, mas também na comunicação e no dia a dia das organizações. Porém, essa questão vai muito além do uso correto dos pronomes, exigindo um diálogo das companhias para a diversidade.

É com esta provocação que a Brivia promove mais uma edição do Xtalk, série de eventos online com transmissão por seu canal do YouTube. O encontro será realizado no dia 28 de setembro (terça-feira), às 13h30. A live terá como tema “A linguagem inclusiva dentro das organizações: a comunicação além do todes”.

Mediado por Roberto Ribas, CSO da Brivia, o bate-papo contará com participação de Neivia Justa (fundadora e diretora da Justa Causa) e Vivian Rio Stella (doutora em Linguística pela Unicamp e idealizadora da VRS Academy). O encontro aprofundará a importância dessa linguagem no dia a dia de trabalho, com exemplos reais de profissionais. Além disso, serão discutidas a abordagem e a inclusão da diversidade nas companhias, bem como a atuação das lideranças nesse processo.

Para Ribas, esse debate é essencial não apenas pela criação de um ambiente mais diverso, mas também pelo fortalecimento da capacidade criativa das empresas. “Isso é super poderoso porque traz um repertório mais rico e em favor de soluções menos tradicionais. Quando conversamos entre iguais, temos sempre o mesmo viés. E é fundamental que uma organização seja diversa para trazer uma multiplicidade de visões e ajudar a ter uma tomada de decisão mais ampla”, avalia o Chief Strategy Officer.

ABA

A ABA – Associação Brasileira de Anunciantes – realizou nesta quarta-feira (22), o Encontro Nacional de Anunciantes (ENA) 2021. O evento digital, com co-curadoria de Edmar Bulla, CEO e Founder do Grupo Croma, trouxe como fio condutor o desafio constante que anunciantes enfrentam para aliar utilidade e entretenimento à sua atuação. “Os consumidores estão cada vez mais exigentes e contar histórias que transmitam valores genuínos nunca foi tão importante”, reforçou Bulla durante o encontro.

Segundo Nelcina Tropardi, Presidente da ABA e Vice-Presidente e Cofundadora da Arca+, o ENA 2021 está baseado na crença de que os anunciantes devem assumir protagonismo na comunicação e na defesa de causas que importam às pessoas. “O desafiador mundo em que vivemos nos chama a contribuir para mitigar os impactos gerados no planeta pela nossa sociedade de consumo. Construir narrativas coerentes, encantadoras, contínuas e que reflitam as necessidades de diferentes tribos e bandeiras é quase uma questão de sobrevivência”, ponderou.

A programação do encontro foi dividida em três painéis que reuniram diferentes mentes do setor de comunicação: no primeiro momento, executivos da Nestlé, Burger King e Walt Disney promoveram uma conversa inspiradora sobre os novos skills e competências para o marketing; depois, um bloco sobre Lifetime Value que trafegou por territórios de CRM, personalização, privacidade e novas métricas de sucesso; e para finalizar, um painel sobre marcas no contexto de causas e impacto na sociedade.

Perfil do novo profissional de marketing, skills e competências

Para iniciar o painel, Ariel Grunkraut, Vice-Presidente de Vendas, Marketing e Tecnologia do BK Brasil, reforçou a relevância da integração de áreas dentro de uma empresa e também a necessidade da retomada da importância de especialistas nos times: “Marketing, vendas e tecnologia precisam caminhar juntos e, para que isso dê certo, você precisa estar cercado de pessoas boas e disposto a aprender o tempo todo”, analisou.

Para Frank Pflaumer, Vice-Presidente de Marketing, Comunicação e Assuntos Corporativos da Nestlé e 1º Vice-Presidente da ABA, o novo profissional de marketing, além de disposição para aprendizado constante, precisa estar atento para conhecer novos olhares de outras pessoas e empresas, e também ter a consciência de que nem sempre todos os projetos serão assertivos, mas os erros também podem gerar oportunidades. “Dentro da Nestlé estamos vivendo um movimento intenso de inovação aberta, que abre espaço para crescimento e conhecimento de outras áreas, perspectivas de trabalho, negócios, e apostas que nem sempre dão certo, mas que contribuem para a construção da nossa jornada”, reforçou Pflaumer.

O aumento do turnover, ou rotatividade de colaboradores, é realidade no mercado e também foi assunto no painel. Os executivos reconheceram esse desafio e discutiram possíveis caminhos para contorná-lo, como valorização de softskills, flexibilização da carteira de benefícios, contratação de diferentes perfis e capacitação interna. “As empresas precisam se adaptar constantemente e testar múltiplas alternativas, como mudança do job description, local de trabalho – hoje a tendência “work from anywhere” está em alta -, também precisam reavaliar de tempos em tempos as formas de contratação”, comentou Claudia Neufeld, Vice-Presidente de Marketing da The Walt Disney Company Brasil e Diretora da ABA.

Para finalizar o bate-papo, que foi moderado por Patricia Borges, Chief Marketing Officer da L’Oreal e Diretora da ABA, os executivos deixaram algumas dicas para os profissionais que buscam se destacar no mercado. “Acredite que aquilo que você quer, você vai conseguir. Não espere a vida te trazer, mas seja persistente e busque seus objetivos”, encorajou Claudia.

Já Pflaumer destacou a curiosidade e olhar crítico: “Quem é curioso não para de se mover, está sempre progredindo. Além disso, sempre tenha um olhar crítico, principalmente naquilo que não conhecemos”.

E Grunkraut valorizou a resiliência. “Continuo acreditando na mágica da criatividade e do trabalho duro. É necessário se esforçar e enxergar soluções, independente do cenário”.

Lifetime Value

As pessoas estão cada vez menos tolerantes à publicidade invasiva e o relacionamento contínuo é o alvo das marcas. “Lifetime value precisa ser a alma do varejo. É necessário o aprimoramento de ferramentas para conhecer ainda mais a jornada dos clientes. Estamos no momento de consolidação dessa cultura que não analisa somente o resultado final, mas todo rastro de comportamento como tendência de consumo”, explicou Daniel Milagres, Diretor de Marketing do Carrefour e Diretor da ABA, no início do painel.

Para Luis Cassio Oliveira, Diretor de Comunicação e Marketing da Elo, lifetime value é uma observação contínua e integrada com outros times e parceiros. “Não é um conceito para ser trabalhado sozinho. O marketing tem o papel de conectar e ouvir essa longa conversa de consumo. O foco não é oferecer apenas produtos, mas atender às necessidades do cliente. Para isso, é importante criar pontes com parceiros e estar disposto a ouvir o que cada um tem a contribuir”, finalizou.

Marcas, propósito e causas

Por fim, o evento trouxe Danielle Bibas, Vice-Presidente de Marketing da AVON Brasil e Conselheira da ABA, Herbert Zeizer, Head de bens de consumo da Globo e Diogo Elias, Sales & Marketing Director da LATAM Airlines e Diretor da ABA em um papo com Isabella Zakzuk, Diretora de Marketing da P&G e Conselheira da ABA sobre o papel e propósito das empresas em relação às causas.

Danielle enfatizou a importância da legitimidade das mensagens que a empresa quer transmitir e que esse movimento precisa ser de dentro para fora. “A empresa não se comunica só pela marca, mas pelos colaboradores que são os maiores influenciadores dessa marca. Para se posicionar diante de uma causa, primeiro é necessário ter isso alinhado internamente com compromissos verdadeiros”, ponderou a executiva da Avon.

Os consumidores estão cada vez mais exigentes e não buscam apenas comprar um produto ou serviço, mas procuram identificação com as empresas. “Isso se intensifica de geração em geração, é um movimento natural e as pessoas esperam que as marcas se posicionem com ações verdadeiras diante das causas que escolheram abraçar”, comentou Zeizer.

Para Diogo Elias, transparência e compromisso são necessários para uma empresa iniciar um processo de mudança de dentro para fora. “Faz parte de uma jornada e o primeiro passo é importante. Estabelecer metas, compromissos e iniciar um movimento para cumpri-los é genuíno”.

Ter clareza na escolha das causas que representam o negócio e estar pronto para lidar com polêmicas também foram pontos abordados no painel. “É comum as marcas se posicionarem e aparecerem críticas por conta disso. É fundamental entender que polêmicas não são necessariamente crises de reputação, e constância e firmeza do propósito vão impactar positivamente o público-alvo da empresa”, finaliza Danielle.

INCLUSÃO SOCIAL

A peça de teatro “Todo Mundo tem um Sonho” repercutiu no cenário gaúcho ao abordar a inclusão de pessoas com deficiência física, sensorial e intelectual na sociedade. Criado pelo Pertence Cultural, o trabalho foi agraciado em 2019 com o prêmio Destaque Panvel Em Cena, durante a programação cultural do Festival Internacional Porto Alegre Em Cena. A homenagem da Panvel Farmácias evoluiu em uma parceria com a entidade, contribuindo para a produção de um documentário especial sobre o espetáculo e o trabalho desenvolvido pelo grupo.

Para agradecer o apoio da Panvel, o presidente do Pertence, Victor Freiberg, realizou a entrega de uma camiseta e de um quadro do projeto ao presidente do Grupo Dimed, Julio Mottin Neto. “Mais do que possibilitar a realização deste trabalho, a parceria com a Panvel incentiva outras empresas e membros da sociedade a se engajarem com o tema da inclusão. Trata-se de um importante movimento colaborativo, que gera oportunidades para este público mostrar seu potencial como artistas, profissionais e cidadãos”, ressalta Victor Freiberg.

O apoio da Panvel ao projeto está alinhado ao seu engajamento para promoção da diversidade e inserção social. Desde 2014, a empresa desenvolve o programa Juntos, voltado a gerar oportunidades a pessoas com deficiência e reabilitadas. Além disso, vem estruturando um Comitê de Diversidade e Grupos de Afinidade (raciais ou étnicos, LGBTQIA+, PCD, equidade de gênero e geracional) para definir políticas e iniciativas de inclusão. “Acreditamos muito na diversidade para construção de um mundo melhor. O trabalho do Pertence reforça nossa aposta na cultura como uma ferramenta eficaz de aproximação para abordagem do tema”, comenta Julio Mottin, parabenizando o Pertence.

Sediado na Capital gaúcha, o Pertence destaca-se como uma instituição voltada ao público com deficiência física, sensorial e intelectual. Atualmente, desenvolve suas atividades através de pilares como: esporte, gastronomia, trabalho, saúde, cultura dentre outros, atendendo cerca de mais de 500 pessoas. Com mais de 10 anos de história, promove uma série de atividades para promoção do bem-estar e inserção social.  Através da cultura, esta frente trabalha o potencial de expressão dos alunos, estimulando sua autonomia social e o empoderamento da pessoa com deficiência.

Do teatro ao documentário

A partir das atividades desenvolvidas pelo Grupo Fábrica de Sonhos, fundado pelo Pertence em parceria com as artistas Paula Carvalho e Bianca Bueno, surgiu em 2018, a peça teatral Todo Mundo tem um Sonho. A obra apresenta diferentes elementos já abordados nas atividades, como a música e o circo, a fim de destacar a pessoa com deficiência como protagonista de sua própria história, ocupando seu lugar na sociedade e desenvolvendo suas diversas virtudes. Em 2019, a peça integrou a programação oficial do festival Porto Alegre Em Cena, levando mais de cem pessoas em uma apresentação histórica no palco do Theatro São Pedro.

A experiência no festival virou enredo para a criação de um documentário, que também mostra a metodologia empregada pelo Grupo Fábrica de Sonhos. Lançado no último mês de agosto, o filme de curta-metragem foi produzido através do Edital Formação e Diversidade das Culturas e do apoio de empresas como a Panvel Farmácias, contribuindo ainda mais para a divulgação do trabalho e da mensagem social da entidade. A direção e o roteiro ficaram a cargo da diretora teatral e coordenadora do Pertence Cultural, a atriz Paula Carvalho. A coreografia da peça foi de Bianca Bueno. O documentário pode ser conferido gratuitamente pela internet, bastando acessar o link www.youtube.com/watch?v=yFXdplNhXX8.

GERAÇÃO Z

Escutar os jovens que estão chegando agora ao mercado de trabalho, compreender e aceitar a diversidade, com as diferentes visões que compõem um ambiente corporativo, pode ser um diferencial para as empresas que querem inovar e se manter vivas. Esse foi um dos principais ensinamentos do Arena de Ideias Entender o que quer a Geração Z pode significar a sobrevivência de negócios”, promovido nesta quinta-feira (23), pela Oficina Consultoria de Reputação e Gestão de Relacionamento.

Para o founder da Agência Mermaid, Murilo Rezende, o que define uma geração é a realidade em que ela vive e isso se aplica à Geração Z. “Eles vêm numa posição de questionar. Esse lado de entender a comunidade, de você perceber que não constrói nada sozinho, de sempre trabalhar em conjunto. Eles estão vendo o que aconteceu. Eles veem as gerações anteriores, a falta de cuidado com o meio ambiente, ou o demasiado trabalho, as crises de ansiedade, as doenças psicológicas, até os efeitos da pandemia. Eu acho que, nesse contexto, eles vêm mais conscientes”, disse.

Rezende ressaltou que os profissionais da geração Z têm uma visão muito clara do que querem do trabalho e são pragmáticos e analíticos. Eles esperam construir em conjunto, pois têm muito forte essa sensação de comunidade.

“Essa convivência intergeracional tem sido observada como um grande potencial de criação, inovação e desenvolvimento de criatividade”, argumentou a diretora-executiva da Oficina, Liliane Pinheiro, responsável pela mediação do webinar. Segundo ela, isso já pode ser observado nas empresas e, inclusive, em instituições mais tradicionais, que estão construindo espaços e programas direcionados à integração das diversas gerações, como os co-labs, prezando por um local de escuta e colaboração, ao invés de conflito.

Na visão da jornalista, vice-presidente do Ideia Instituto de Pesquisa e partner da Behup, empresa de tecnologia e inteligência de dados, Cila Schulman, o mercado precisa se adaptar à essa geração mais jovem. “Hoje, eu não enxergo alguém do mercado que consiga sobreviver sem levar em consideração a emergência climática, as dificuldades financeiras e as angústias dessa nova geração”, elencou. Um ponto que reforça esse cenário, destacou, é que, há 50 anos, uma marca que se colocasse politicamente estava fadada ao insucesso – comportamento completamente contrário ao que se vê atualmente.

Ambiente de escuta: Cila Schulman trouxe ainda sua experiência de vida como um exemplo. “Eu tenho quase 60 anos e acabo lidando com toda essa questão geracional de um lugar muito privilegiado. Porque eu trabalho com dados e tecnologia, ou seja, trabalho com muitas gerações mais novas no meu dia a dia, mas, ao mesmo tempo, tenho essa vivência”, relatou. “Temos que ter, realmente, esse mix de gerações nas organizações, mas não só porque tem que ter, mas porque a gente, de fato, quer ouvir o que essa geração nova tem a dizer”, complementou.

E como manter esse canal sempre aberto entre as diversas gerações que convivem no ambiente corporativo? “O que os profissionais esperam das lideranças das organizações é escuta, transparência, abertura para diversidade nos seus times e deixar muito claro esse propósito e essas ideias da empresa onde ele trabalha”, afirmou Murilo Rezende.

Onde assistir: O Arena de Ideias é o webinar semanal, aberto ao público, promovido pela Oficina Consultoria de Reputação e Gestão de Relacionamento que traz nomes de relevância no mercado para debater assuntos em pauta na sociedade brasileira. Transmitido ao vivo, está disponível no YouTube, Spotify e Linkedin.

IAB NEXT

No 3º dia do IAB NEXT 2021, principal evento do IAB Brasil, associação que representa o mercado de publicidade digital no País, foram apresentados dados de veiculação publicitária em vídeo na internet e seu crescimento exponencial no setor. O total de investimentos em publicidade digital de 2020 foi de R$ 23,7 bilhões, sendo 36% deste total, ou seja R$ 8,6 bilhões, investidos em formatos de vídeo.

As informações exclusivas sobre a publicidade de vídeo no digital fazem parte do Digital AdSpend, estudo que apresenta uma visão estratégica dos investimentos em mídia digital no Brasil, além de visões setoriais e análises inéditas. O levantamento foi idealizado pela parceria do IAB Brasil e da Kantar IBOPE Media, e neste ano a produção ganhou um novo formato de análise dos dados.

“O vídeo online é atraente para a população que cada vez mais se acostuma a assistir o que quer e quando quer e em dispositivos variados. Além disso, as possibilidades que o formato oferece para criação e inovação o tornam ideal tanto para construção de marca quanto para geração de resultados de negócio”, comenta Cris Camargo, CEO do IAB Brasil.

“A publicidade em vídeo no digital, assim como outros formatos, teve um impacto no segundo trimestre de 2020, muito por conta do momento de incerteza causado pela pandemia de Covid-19. Porém, o formato se recuperou com a adaptação do mercado ao cenário da pandemia e com o aumento do consumo online, crescendo 60% do segundo ao quarto trimestre de 2020”, explica Melissa Vogel, CEO da Kantar IBOPE Media do Brasil.

8º CONGRESSO TODOS JUNTOS CONTRA O CÂNCER

Como construir novos sistemas de saúde para a América Latina baseados em dados e na personalização de tratamentos oncológicos? Este é o tema do painel “Sistemas de Saúde mais sustentáveis, resilientes e personalizados”, que ocorre na sexta-feira, 24/09, às 16h, no 8º Congresso Digital Todos Juntos Contra o Câncer, sob a coordenação da Dra. Maira Caleffi, Presidente Voluntária da FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama), mastologista Chefe do Serviço de Mastologia do Hospital Moinhos de Vento (RS) e Líder do Comitê Executivo do C/Can Porto Alegre, com especialistas brasileiros e internacionais. Interessados em assistir ao painel e ao debate podem realizar inscrição gratuita pelo site: https://plataforma.tjcc.com.br/lobby-8/.

Conhecida pela luta contra o câncer de mama no Brasil, a Dra. Maira Caleffi também se engajou no desafio de fortalecer os sistemas de saúde no que tange o tratamento de todos os tipos de câncer, a partir de sua liderança no Comitê Executivo da ONG internacional C/Can (City Cancer Challenge Foundation). No encontro do 8º Congresso Todos Juntos Contra o Câncer, a médica apresenta o trabalho multissetorial e colaborativo que o C/CAN tem realizado ao longo dos últimos dois anos (2019-2021) no Brasil em busca de soluções para melhorar o tratamento de câncer e profere a palestra “Medicina personalizada: novo paradigma do direito universal à saúde”.

Os especialistas convidados para o painel igualmente trazem experiências e trabalhos focados em melhores resultados a partir de tratamentos personalizados que buscam mais eficácia aos pacientes e menor custo e participaram, juntamente com a Dra. Maira Caleffi, da elaboração do Índice de Medicina Personalizada (www.futureproofinghealthcare.com). Participam do painel a Dra. Maria Clara Horsburgh, oncologista e Diretora Médica da Roche para a América Central e Caribe; o Dr. Gilberto Amorim, oncologista especialista em câncer de mama, coordenador do Grupo de Oncologia Mamária da Rede D’Or e membro do Conselho Técnico-Científico da FEMAMA; e Bogi Eliasen, Diretor de Saúde do Copenhagen Institute for Future Studies (CIFS), que iniciou o processo Nordic Health 2030 e tem um papel fundamental no Índice de Saúde e no Movement Health 2030, que aspira melhorar a saúde aplicando o novo paradigma, além de ser fundador do primeiro projeto de genoma populacional FarGen para sequenciar os genomas de toda a população.

Esta semana o C/Can ganhou o Prêmio de Prevenção e Controle de Doenças Não Transmissíveis (UNIFAT) na Assembleia Geral das Nações Unidas como reconhecimento de seu trabalho na condução de estratégias específicas para fortalecer e aumentar a qualidade de serviços, força de trabalho e infraestrutura em sua missão de proporcionar o acesso equitativo de doenças não transmissíveis e ao tratamento de câncer em níveis municipal, regional e nacional. O City Cancer Challenge Foundation foi lançado em 2017 pela União para o Controle Internacional do Câncer (UICC), na Reunião Anual do Fórum Econômico Mundial, em Davos. A ONG tem sede em Genebra e atua em nove cidades do mundo, entre elas Porto Alegre (única cidade nacional a participar da rede). 

O quê: “Sistemas de Saúde mais sustentáveis, resilientes e personalizados” – painel no 8º Congresso Todos Juntos Contra o Câncer

Quando: 24/09 – 16h

Inscrição gratuita: https://plataforma.tjcc.com.br/lobby-8/.

ENSAIO SOBRE A TERRA

O Ensaio sobre a Terra nasceu de uma pesquisa que a astróloga, Marília Rizzon, fez pra entender por que a astrologia não trata a Terra como um planeta de primeira grandeza no seu panteão. Isso acaba levando a identificar construções bastante sexistas e patriarcais na narrativa astrológica. E também a constatar que a Terra está conectado a um novo entendimento de self e de autoconhecimento. Essa é uma compreensão que ajuda o reflorescer da Terra no imaginário coletivo, despertando uma nova forma de entendermos e nos relacionarmos com Gaia, Pachamama, a Terra.

Confira o estudo completo:

MÍDIA E ENTRETENIMENTO

A mudança nos hábitos do consumidor durante a pandemia trouxe reflexos diretos para a indústria mundial de entretenimento e mídia, que, após queda de 3,8% em 2020, deve começar a sua recuperação neste ano, inclusive no Brasil. De acordo com a 22ª Pesquisa Global de Entretenimento e Mídia 2021-2025 da PwC, o mercado de E&M no país deve crescer 4,7% até 2025 e 5% ao ano. Em valores, o setor vai chegar a US$38 bilhões. 

O levantamento analisou 14 segmentos do setor em 53 países, entre eles Consumo de Dados, Publicidade Digital e na TV, Vídeo OTT (vídeos online sob demanda), Cinema, Acesso à Internet e Games. Em 2020, o Brasil cresceu menos que o mercado global pela primeira vez, e a previsão é de que só supere a média mundial novamente a partir de 2023. 

A pandemia direcionou os gastos do consumidor brasileiro para o entretenimento dentro de casa: vídeos OTT e games foram os mais beneficiados e seguirão crescendo. Os gastos com internet devem crescer 4,4%, o consumo 4,3%, e com publicidade 6%, retomando o ritmo pré-pandemia.  

Setores mais impactados pela pandemia, como shows e feiras de negócios, terão uma recuperação rápida de 20% ao ano, impulsionados pela vontade dos consumidores de fazerem atividades externas, após mais de um ano em casa, e devem atingir o mesmo nível de 2019. Já o cinema sofreu uma queda de 86% em receita, voltando a patamares de 2016, e só deve atingir os mesmos patamares de 2919 em 2024. 

“O setor de mídia e entretenimento passa por desafios e incertezas em todo o mundo desde o início da pandemia. Por outro lado, também acelerou processos que já estavam em andamento, como digitalização e consumo de conteúdo online, e que vão colaborar para que essa recuperação nos próximos anos seja rápida”, afirma Ricardo Queiroz, sócio da PwC Brasil. 

Maior acesso à internet e mais consumo digital 

Entre as tendências observadas no comportamento de compra dos brasileiros está o aumento de aquisição de conteúdo de leitura em plataformas digitais. Revistas devem crescer de 8% para 13%; Livros de 10% para 11%; e Jornais de 7% para 11%.  

Os gastos com publicidade devem atingir 6% de crescimento ao ano até 2025, voltando a níveis anteriores à pandemia, que causou um impacto negativo de US$1 bilhão no mercado em 2020. O retorno ao volume anterior deve acontecer somente em 2022. A publicidade na TV on-line se desenvolverá rapidamente durante o período, com o impacto crescente dos serviços de streaming nas emissoras, mas ainda representará apenas 5% da receita total do mercado em 2025. 

O consumo de música digital cresceu muito com a pandemia e com a ausência dos shows ao vivo. Em 2025, o streaming vai representar 72% dos gastos, enquanto a bilheteria será 17%, o que mostra sinal de recuperação, com retorno do público aos shows ao longo dos anos. Já o consumo de conteúdo para assistir seguirá com a força dos vídeos OTT (13%) e do cinema (40%). A TV por assinatura e vídeos por assinatura de TV vão cair 1% e 3%, respectivamente, assim como os vídeos domésticos (-11%). 

Outro dado importante é o crescimento do acesso à internet pelos brasileiros. Em 2025, 41 milhões de casas devem ter internet fixa e 163 milhões de pessoas devem ser assinantes de internet móvel. Mas ainda é preciso muito investimento em infraestrutura de rede para garantir mais acesso, com mais velocidade, como o suporte ao 5G.

ORQUESTRA VILLALOBOS

A Orquestra Villa-Lobos foi contemplada pelo Relief Fund for Organizations in Culture and Education 2021 – fundo que visa reduzir os impactos da pandemia de Covid-19 em projetos culturais e de educação. A iniciativa é do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha e do Goethe-Institut. Foram agraciados projetos cujo comprometimento é fundamental para a liberdade artística em uma sociedade mais plural. Um júri selecionou 141 projetos de um total de 440 inscrições de 75 países da América do Sul, África e Ásia. Com os 22,7 mil euros (cerca de R$ 140 mil) desse reconhecimento do fundo alemão, serão realizadas melhorias nas instalações, aquisição de materiais, bolsas de estudo e produção de um clipe inédito com participação de artistas da comunidade. “Estamos felizes e entusiasmados com a possibilidade de qualificar mais o nosso trabalho que sofreu perdas ao longo da pandemia”, comemora a regente Cecília Rheingantz Silveira, também idealizadora e coordenadora do programa de educação musical que, em abril de 2022, completará 30 anos.

Cecília coloca em prática os versos “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer” e tem sido incansável na busca de formas para garantir a sustentabilidade da OVL, nascida na Lomba do Pinheiro. Em abril de 2020, em meio às incertezas provocadas pela pandemia de Covid-19, os recursos públicos que permitiam o funcionamento da Orquestra foram suspensos por tempo indeterminado, causando o desligamento de 20 professores contratados. Situação, até o momento, não resolvida. Cecília conquistou o apoio da comunidade e parcerias que viabilizaram a criação do Allegro, bazar virtual, cuja renda da comercialização de produtos com a marca OVL beneficia a Orquestra.

Atualmente, o grupo artístico é formado por 30 músicos, entre 13 e 25 anos, em naipes de flauta doce, cordas, percussão e teclado. Antes da pandemia, a OVL, que já teve seu trabalho registrado em livro, CD e DVD, prestava mais de 600 atendimentos gratuitos por semana, em cinco locais da região da Lomba do Pinheiro, por meio de convênio da Prefeitura de Porto Alegre com o Centro de Promoção da Criança e do Adolescente São Francisco de Assis.

REDES SOCIAIS

O Brasil é o 3º país que mais usa redes sociais no mundo, com uma média de 3 horas e 42 minutos por dia. Ao considerar todos os países, o Brasil fica atrás somente da Filipinas e Colômbia, que gastam em média 4 horas e 15 minutos e 3 horas e 45 minutos, respectivamente.

É o que releva um estudo divulgado pela plataforma CupomValido.com.br que reuniu dados da Hootsuite e WeAreSocial, sobre o uso de redes sociais no Brasil e no mundo.

Mais de 4.2 bilhões de pessoas utilizam redes sociais pelo mundo, o que representa 53,6% da população mundial.

No Brasil, são mais de 150 milhões de usuários de redes sociais, e a taxa de usuários pelo total de habitantes é de 70,3%, um dos maiores dentre todos os países. O Sudeste é a região do Brasil com a maior taxa, cerca de 78% dos usuários utilizam redes sociais.

Ao levar em consideração a faixa etária, o grupo entre 16 e 24 anos são os que mais utilizam redes sociais no Brasil. Mais de 92% dos usuários deste público utilizam redes sociais pelo menos uma vez ao mês.

Em 2015 os internautas entre 16 e 64 anos passavam em média 6 horas e 20 minutos por dia conectado à internet. Já no último ano, este número saltou para 6 horas e 54 minutos, um aumento de mais de 8%.

Ao considerar o tempo conectado à internet (tanto para trabalho e lazer) e os diferentes dispositivos (computador e smartphones), a Filipinas é o país onde os usuários mais permanecem conectados à internet, com 10 horas e 56 minutos no total.  Na ponta oposta se encontra o Japão, em média os usuários utilizam a internet apenas 4 horas e 25 minutos por dia. A média mundial é de 6 horas e 54 minutos.

O mais impressionante é que o Brasil se encontra logo na segunda posição global. Na média, os brasileiros passam 10 horas e 8 minutos por dia conectados à internet, seja para trabalho ou lazer. Deste total, 4 horas e 51 minutos o acesso é via computador, e 5 horas e 17 minutos via smartphone.

A tendência mostra um forte crescimento do uso de internet via smartphones. Nos 5 últimos, 37,7% das pessoas utilizavam a internet pelo smartphone, e atualmente mais da metade (52,8%) utilizam este meio.

O Brasil é um dos principais países para as plataformas de redes sociais, uma vez que temos uma das maiores quantidade de usuários ativo para diversas redes sociais. No caso do WhatsApp, o Brasil está na 2ª posição no ranking mundial, com mais de 108 milhões de usuários ativos (somente atrás da Índia). Para o Instagram, o Brasil fica em 3º colocado, atrás dos EUA e Índia. E no Facebook, o Brasil está 4ª posição global (atrás da Índica, EUA e Indonésia).

O Youtube é a rede sociais mais utilizada pelos brasileiros, cerca de 96,4% dos internautas entre 16 e 64 anos, utilizaram esta rede social pelo menos uma vez no último mês. O WhatsApp e o Facebook, seguem na segunda e terceira posição, respectivamente.

A surpresa é a nova rede social, TikTok, que já se encontra na 7ª colocação entre as mais utilizadas pelos brasileiros.

Ao levar em consideração o tempo gasto em cada plataforma, o WhatsApp segue na liderança, na média os usuários gastam 30 horas por mês em conversas no aplicativo. O Facebook fica em segunda posição, com 15 horas por mês, e há um empate entre o Instagram e o Tiktok, com 14 horas ao mês.

A grande maioria dos usuários utilizam as redes sociais para se manter atualizado com as notícias e novos acontecimentos (36,5%), encontrar conteúdo engraçado ou de entretenimento (35,0%) e preencher o tempo livre (34,4%).

As fontes da matéria são o Hootsuite, Cupom Válido, WeAreSocial

PRÊMIO TRAVELLERS

A empresária gaúcha Fernanda Kalil, proprietária da Hospedaria das Brisas e do restaurante Refúgio do Pescador, na Praia do Rosa, em Santa Catarina, tem todos os motivos para comemorar, afinal a pousada e o restaurante estão entre o seleto grupo dos melhores do mundo. Ambos foram agraciados com o Prêmio Travellers’ Choice 2021, do Tripadvisor, que celebra hotéis, pousadas e restaurantes que proporcionam experiências fantásticas a viajantes do mundo todo. E para quem quer curtir e relaxar em meio à brisa do mar, além de aproveitar a pousada, pode ainda provar a boa gastronomia do restaurante Refúgio do Pescador, dentro da Hospedaria, e que participa do Festival Gastronômico Baleia Franca, alusivo ao turismo na Rota da Baleia Franca (RBF) – formada pelos municípios de Imbituba, Garopaba e Laguna.

RÁDIO

O rádio está em todos os ouvidos. Seja no dial ou via streaming, e até por telas, o rádio não deixa de acompanhar a evolução do consumo de mídia pelos brasileiros. De acordo o Inside Radio 2021, estudo da Kantar IBOPE Media sobre o cenário do meio, 80% dos brasileiros, nas 13 regiões metropolitanas pesquisadas, ouvem rádio – um aumento de 2 pontos percentuais em relação ao ano anterior. Cada ouvinte passa, em média, 4 horas e 26 minutos ouvindo rádio.

Em 2021, todas as regiões aferidas pela Kantar IBOPE Media registraram aumento no alcance do meio. A Região Sul é a que mais se destaca, com 85% das pessoas declarando ouvir rádio, seguida por Nordeste (81%) e Centro-Oeste e Sudeste (ambas com 80%).

Como o rádio atinge grande parcela da população, o perfil do ouvinte é bem equilibrado: 52% do público são mulheres e 48% homens. As pessoas de classe C são as que mais consomem esse tipo de mídia, com 43% do total, seguidas de perto pelas classes A e B (40%). Em relação à idade, os públicos que se destacam são as pessoas acima de 60 anos (21%), de 30 a 39 anos (20%) e de 40 a 49 anos (19%).

De forma geral, os brasileiros preferem usar o rádio comum (80%), mas o consumo pelo celular aumentou em relação ao último ano: passou de 23% para 25% em 2021. Em casa (71%), no carro (24%), durante trajetos (8%) e no trabalho (2%) são os locais citados para o consumo do meio.

“O rádio se expande através da sua capacidade de unir o melhor de dois mundos: a credibilidade e o companheirismo do dial com o dinamismo do online”, explica Giovana Alcantara, Diretora de Desenvolvimento de Negócios Regionais da Kantar IBOPE Media.

O aumento contínuo do consumo do rádio online mostra o potencial do meio para buscar outros formatos de transmissão: 10% da população declara ter ouvido rádio pela internet nos últimos 30 dias. Esse publicou passou por dia, em média, 2 horas e 44 minutos conectados ao rádio.

Entre os ouvintes de rádio web, o celular é o device favorito para o consumo do meio (66%), seguido pelo computador (37%) e por outros equipamentos (8%). Já o perfil do ouvinte web apresenta características distintas: ligeiramente mais masculino (51%), com uma concentração na classe AB (67%) e mais jovem, com 57% dos ouvintes entre 20 e 39 anos.

“Essa audiência conectada, que gosta de ouvir rádio pelo celular ou no computador, também precisa ser compreendida pelas emissoras e anunciantes. Recentemente anunciamos o Extended Radio, nossa solução que possibilita a análise do consumo de rádio em seus diferentes formatos, apresentado uma visão completa do consumo no dial e online”, comenta Giovana.

Novos formatos e o poder da publicidade

É inegável o espaço que o áudio, a matéria prima do rádio, tem nas nossas vidas – é uma presença importante desde as nossas primeiras palavras até se tornar esse formato de conteúdo quase onipresente. “A tecnologia tem sido uma grande aliada do áudio e tem indicado caminhos importantes para disseminação de conteúdo”, comenta Giovana. “Por exemplo, notamos que algumas emissoras têm criado canais no YouTube, investindo em transmissões do estúdio ao vivo, produzido programas exclusivos… Ou seja, quando se fala em áudio, o Rádio não se resume a só uma frequência no FM e o YouTube já não é mais um canal, apenas, para ver videoclipes ou ouvir música”, complementa.

De acordo com o estudo, entre as pessoas com acesso à internet, música ou outros tipos de áudio no YouTube é o conteúdo mais escutado online (59%), seguido de música em apps de streaming, como Spotify, Deezer e Google Play (37%), podcasts (31%) e rádio online com a mesma programação do dial (18%).

Além da música, os podcasts também tem conquistado mais espaço – 31% dos ouvintes com acesso à internet ouviram podcasts nos últimos três meses, um aumento de 32% em relação ao último ano. “Os podcasts oferecem a possibilidade de falar sobre os mais diferentes temas, desde aqueles de interesse geral até aos mais segmentados: são uma ferramenta para falar com todos, independentemente dos interesses, a qualquer hora e em qualquer lugar”, explica Giovana.

Com essas diferentes possibilidades de formatos para impactar o público, também se criam mais oportunidades para marcas e anunciantes. De acordo com o Inside Radio, os comerciais que surgem entre os programas e as músicas são o formato que mais capta a atenção dos ouvintes (50%), seguido por promoções durante a programação das emissoras de rádio (28%).


No primeiro semestre de 2021, quase 5 mil anunciantes investiram em publicidade no rádio. Desses, 2376 anunciantes veicularam anúncios exclusivamente no meio.

Entre os diferentes setores que direcionaram seus recursos de mídia para o rádio, Serviços ao Consumidor (30,6%), Comércio (26,8%) e Financeiro e Securitário (7,8%) se destacam. Juntos, os três segmentos concentram quase 2/3 do investimento total em anúncios veiculados no meio de comunicação.

O Inside Radio 2021 está disponível na íntegra para download no site da Kantar IBOPE Media.

LEIA MAIS

Destaque: Cada R$ 1 em publicidade gera R$ 8 na economia brasileira

Especial: Modelo híbrido desafia agências a acomodar interesses da equipe

Artigos: José Maurício Pires Alves e Wellen Candido Lopes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *