NOTAS DA SEMANA – 09.07.2021

ENTREVISTA COM CARLOS TOTTI

1. Quem é Carlos Totti? 

Sou um ser humano em constante evolução e construção. Me autodenomino um profissional multipotencial e costumo ser de fácil adaptação aos cenários, ambientes e situações da vida.  

Nasci em Rio Pardo, cresci em Pantano Grande e vivo há quase vinte anos em Porto Alegre. Filho caçula de pais amorosos, Eron e Marialva, que foram um exemplo na minha formação e educação, irmão de Carla (uma segunda mãe) e Eduardo (o mais velho de nós, que de forma abrupta nos deixou por ser mais uma vítima da Covid, mas será sempre lembrado com muito amor).

Na vida costumo ser uma pessoa otimista. Usando uma expressão popular: sempre enxergo a metade do copo cheio. Gosto de pessoas, boas histórias, livros, teatro, cinema, viagens, gastronomia, espumantes, vinhos, televisão, séries, redes sociais e novos desafios. 

Apaixonado por comunicação e sempre muito curioso, atuei em diversas funções, áreas e perfis de empresas. Publicitário com especialização em marketing tive experiências em diversos segmentos: produtora, assessoria, eventos, marketing, marketing digital, área comercial, relacionamento com o mercado, produção de conteúdo, e-commerce, marketplace, entre outros. Atualmente, sou Gerente Comercial e de Marketing na RDC TV, onde tenho o desafio diário de mostrar aos clientes, agências e público esse ecossistema de comunicação que dedica uma grade inteira para dar visibilidade a conteúdos importantes e valorizar nosso Estado, além de possibilitar tantas oportunidades de negócio no ambiente da TV ou no digital. 

Sou aquele cara determinado, focado, sonhador e que acredita que sempre uma boa conversa resolve tudo, ou pelo menos, quase tudo. O poder da comunicação e da comunicação interpessoal é imensurável. E ter empatia é um dever de todos nós.

2. Vender ou fazer/criar eventos?

Criar é uma arte. O exercício de usar a criatividade, pensar soluções, assim como, o prazer de imaginar algo e depois enxergar aquilo concreto e real é enorme. Se você cria bons projetos e soluções para os parceiros e clientes a venda será uma consequência. Quando eu acredito num projeto, defendo ele com tanta verdade, que a venda se torna um resultado do processo.

Para falar a verdade, todos nós, sem exceção, vendemos o tempo inteiro, mesmo que inconscientemente. Vendemos nossas ideias, posicionamentos, a imagem que projetamos de nós mesmos, entre tantas outras coisas. Uns são mais persuasivos que outros, mas é como se fossemos um “produto” e estivéssemos o tempo todo numa prateleira ou vitrine.

3. Nada é fácil ou tudo é muito complicado?

As coisas poderiam ser mais fáceis, outras, por sua vez, bem fáceis. Então eu diria que as pessoas costumam complicar. O ser humano é complexo, muitas vezes cria obstáculos e burocracias que atrapalham ele mesmo. Então o mundo ficou muito complicado. Como uma corda cheia de nós, bem difíceis de desenrolar. Às vezes, basta respirar fundo, dar um distanciamento, analisar com mais calma, para perceber que o nó não é tão difícil de desfazer. Boa vontade é o primeiro passo.  

4. Descanso, sofá, caminhada ou outras coisas nas horas vagas?

Amo viajar, conhecer lugares novos. Mas, eu penso que um sofá confortável, com um bom vinho ou espumante, na companhia de amigos, da família e das pessoas que amamos, curtindo um bom papo, já seja um grande prazer a ser celebrado. Coisas simples que preenchem a vida e tornam ela mais feliz. 

JOGADA FORA

O aproveitamento das Farmácias Associadas vendendo papel higiênico nos seu comerciais por toda a semana nas TVS abertas, mesmo sendo uma sublime verba cooperativa, um grande desperdício para a marca e pior ainda dos responsáveis pelo marketing.

EXPOINTER
Teremos e mostraremos para o Brasil e o Mundo a maior exposição de Agro Negócios, Setembro de 04 à 12, o Parque Assis Brasil em Esteio estará aberto com protocolos rígidos e público limitado. O EXPRESSO EXPOINTER REVISTA estará lá diariamente com suas edições retratando tudo que lá acontecerá.

PREFEITURA MUNICIPAL POA

O tempo passa…

A definição não chega…

Todos os caminhos e andanças foram feitos….

A resposta?
SILÊNCIO!

BARRASHOPPINGSUL

Com as férias de julho chegando, começa a procura por atividades de lazer para os pequenos. No BarraShoppingSul, a diversão é garantida! Com 2.500 metros quadrados, o BarraCadabra oferece 39 brinquedos de cordas, escorregadores, trampolins, pula-pula, gira-gira e diferentes circuitos lúdicos e sensoriais para as crianças de 0 a 13 anos. A partir de agora, quem quiser ter acesso ao parque precisa retirar um ingresso online no app Multi. A entrada continua sendo gratuita, mas é preciso escolher a data e a quantidade de ingressos.

Outra dica para as crianças no Barra é o HotZone. O melhor parque indoor do Brasil conta com simuladores, autopistas, fliperamas, carrosséis e muito mais. Os ingressos podem ser adquiridos no local.

E para quem quiser curtir as férias de olho nas telonas, o Cinemark do Barra tem diversas opções. O lançamento do mês é o filme “Os Croods 2: Uma Nova Era” que conta a história dos Croods em busca de um novo lar. A programação completa pode ser conferida em barrashoppingsul.com.br/lazer/cinema. O BarraShoppingSul está tomando todos os cuidados necessários em relação a prevenção da Covid-19.

SBT

Na noite da última terça-feira, dia 06/07, o SBT transmitiu, direto do Estádio Mané Garrincha, em Brasília, a vitória da Argentina sobre a Colômbia nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, e garantiu excelente desempenho no ranking geral das audiências da Grande São Paulo.

Das 22h01 à 0h10, a transmissão, que contou com narração de Luiz Alano, comentários de Mauro Cezar e a análise de arbitragem de Nadine Basttos, rendeu ao SBT 11,1 pontos de média, 20% de share e 13,3 pontos de pico.

Além da vice-liderança isolada, o SBT alcançou o primeiro lugar durante 21 minutos consecutivos e superou o reality show exibido pela emissora líder.

Na mesma faixa horária a emissora terceira colocada marcou 6,7 pontos de média, índice 66% inferior ao registrado pelo SBT. A emissora líder fechou com 17,7 pontos de média.

Somente no horário do jogo o SBT alcançou 1,7 milhão de lares e 2,2 milhões de pessoas.

Comparando com a terça-feira da semana passada, dia 29/06, a audiência do SBT cresceu 69% na faixa horária do jogo.

Brasil e Argentina estão na grande decisão da Copa América, marcada para sábado, dia 10, no Maracanã, com transmissão do SBT. 

MASBAH!

O “Masbah!” deste sábado, 10 de julho, vai até Ivoti e conhece o Núcleo de Casas Enxaimel. O lugar, também chamado de Buraco do Diabo, é o principal ponto turístico da cidade e abriga casinhas históricas que foram construídas por imigrantes alemães no século XIX. A apresentadora Brunna Colossi passeia pelo local e descobre curiosidades sobre o passado da cidade e os hábitos dos primeiros moradores.

O programa também mostra o talento de uma maquiadora de 17 anos, da cidade de Alvorada. Ela utiliza uma técnica de luz e sombra, inspirada em heróis, para transformar rostos com maquiagens que se confundem com armaduras reais.

E você já imaginou um fondue de hambúrguer? O quadro Panelando entra no clima de inverno e coloca a pedra na mesa para descobrir do que se trata a novidade. Desta vez, é mão na massa e no fogo para preparar a comida de uma forma super criativa e espantar o frio gaúcho.

Já no programa do “Anonymus Gourmet” é dia das receitas “Pizza de Batata” e “Canjica Turbinada”, uma dupla que vai dar água na boca e conquistar o estômago da galera.

O “Masbah!” é exibido aos sábados, a partir das 12h, e o “Anonymus Gourmet”, logo após, no SBT do Rio Grande do Sul.

PARTIU CULTURA

No quadro “Partiu Cultura” do SBT Rio Grande desta sexta-feira, 09 de julho, a apresentadora Brunna Colossi bate um papo com a artista porto-alegrense Cristal. Ela fala sobre o novo disco que lançou no começo do mês e como concilia a vida de atriz, poeta e cantora. A apresentadora ainda descobre as principais novidades da carreira de Cristal e confere uma das músicas novas da jovem.

O SBT Rio Grande é exibido de segunda a sexta-feira, às 11h30, com a apresentação de André Haar.

E21

O ano de 20e21 segue trazendo bons negócios para a e21. A agência de multicomunicação fecha o primeiro semestre do ano com saldo extremamente positivo. Na sua carteira de novos clientes, somente nesses 6 primeiros meses do ano, a agência realizou projetos para a Tuper (Campanha 50 anos), para Croplife (campanha institucional) para o MiniMundo (Branding), para o Grupo TDV-Septodont (marketing estratégico), para Uvibra (vitória em concorrência), CCGL (novos produtos), Drausuisse (digital marketing sales), Hortify (marketing de performance), Sementes DonMario (marketing de relacionamento e lançamento de produtos) e GTS (design).

“Foi um semestre bem forte pois além de novas marcas conosco, clientes como TANAC, Gota Limpa, Massey Ferguson, Hard, Husqvarna, Helm, HERC, enfim, quase todos de nossa carteira, estão realizando projetos importantes e vivendo um grande movimento mercadológico. Isso nos dá a certeza de podermos seguir pensando no crescimento de 26% projetado para o ano” – Afirma Luciano Vignoli – Diretor-Presidente da e21

Desde o início do ano a agência já sabia que bons ventos soprariam. Em janeiro foi lançada uma campanha onde a e21 se autodeclarou como “Agência do Ano”, através de 21 previsões autorrealizáveis. Muito além da brincadeira com a coincidência numérica, a agência levou a sério esse momento mercadológico que foi marcado por diversas dificuldades impostas pela crise mundial em virtude da Covid-19, transformando o setor empresarial.

Já no segundo trimestre do ano a e21 lançou conteúdo carinhosamente chamado da Campanha da Verdade, mostrando como as marcas devem se portar nos dias de hoje, tempos que combinam FakeNews com um consumidor Always-on, totalmente empoderado. Além disso, o material faz uma análise nua e crua da publicidade falsamente pictórica recheada de clichês, confrontando com a tendência de as marcas vitoriosas estarem hoje comunicando de maneira muito mais alinhada com seu propósito empresarial.

Além disso, valorizando cada vez mais seu posicionamento de agência de multicomunicação, a e21 também investiu forte em seu portfólio e quase que mensalmente vem lançando diversos sitecases mostrando algumas campanhas realizadas para clientes como Fakini, Gota Limpa e Tuper.

GRUPO RBS

Como a pandemia modificou o comportamento do cliente? De que maneira os segmentos do varejo foram impactados? Quais são as perspectivas que o setor encontra agora? Essas e outras perguntas nortearão a primeira edição do RBS Talks em 2021, que tem como foco o varejo, um dos setores mais importantes da economia e que, pelo segundo mês consecutivo, vem apresentando crescimento, segundo o IBGE. Em sintonia com os resultados positivos do setor, o evento, que ocorre na próxima terça-feira (13), às 10h30, reflete sobre o que mudou no consumidor gaúcho e as oportunidades para a área.  

No evento, Giane Guerra, comunicadora do Grupo RBS e colunista de Economia, apresentará o cenário atual do varejo, a partir do contexto da retomada após os efeitos da pandemia, com indicadores econômicos do setor e exemplos de outros países mais avançados na recuperação. Reforçando o posicionamento do Grupo RBS como parceiro de negócios, Patrícia Fraga, diretora-executiva da área de Mercado da RBS, também participa do evento, trazendo a visão comercial da empresa e antecipando novidades para um dos principais momentos do setor, a Black Friday. 

O debate também aborda o perfil do consumidor local a partir de uma consulta realizada pela equipe de Data Intelligence do Grupo RBS, focada em estudos e pesquisas de mercado. O estudo ouviu 413 pessoas durante o mês de maio, a fim de esclarecer quais os critérios que o consumidor gaúcho elenca para uma compra, como o cliente enxerga as diferenças entre a compra online e a presencial, entre outras questões. Os resultados da pesquisa serão apresentados por Daniel Bertoli, gerente de Consumer Insights & Analytics da RBS. Entre os destaques, está a constatação de que parte relevante do público dá preferência às marcas locais para incentivar a economia do Estado.  

O RBS Talks sobre varejo será transmitido de forma online. O evento é aberto ao público mediante inscrição prévia, que pode ser feita aqui. O link da transmissão será enviado aos inscritos, e o conteúdo ficará disponibilizado após a transmissão.       

A iniciativa integra o projeto RBS Talks, que promove eventos de conteúdos relevantes para o mercado gaúcho, tendo abordado, desde sua criação, temáticas como consumo na pandemia, saúde e felicidade no trabalho e a mente do agricultor brasileiro. Na sua quarta edição online, a iniciativa já contou com a parceria de marcas como Kantar IBOPE Media, McKinsey & Company e DoctorClin e se propõe a seguir contribuindo para o desenvolvimento de empresas e do nosso Estado.   

PICCADILLY

Afeto e conforto em forma de doação! É essa a essência do Movimento Revelar, criado pela PICCADILLY, uma das maiores calçadistas do país, que desenvolveu a ação “Primeiros Passos”, que vem para oferecer apoio e cuidado às futuras mamães. Sempre de olho nas necessidades da sua comunidade, a marca doou kits com calçados e itens de higiene ao Hospital Bom Pastor, localizado em Igrejinha, no Rio Grande do Sul, que serão repassados às mulheres atendidas pelo município.
De acordo com Rafaela Loth, gerente de marketing da PICCADILLY, a ação tem como propósito encorajar as mulheres nesta fase de inúmeras transformações. A marca deseja dar apoio para aquelas que estão vivendo a experiência da maternidade. “Queremos que a gestação seja marcada por afeto, tranquilidade e bem-estar, assim como os primeiros passos da mãe e do bebê”, conta a profissional.
O projeto solidário está alinhado com a sustentabilidade e o pilar de responsabilidade social da PICCADILLY, que busca cada vez mais realizar iniciativas que beneficiem as mulheres como um todo.

DALLASANTA

A Dallasanta, uma das maiores gestoras de ativos imobiliários do Sul do Brasil, está renovando por mais oito meses a cessão de imóvel à Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, visando contribuir para melhor prestação de serviços voltados à saúde da população. Há um ano, a organização emprestou, sem custo e por tempo determinado, uma área de 1000m² na região central da capital gaúcha. 

O imóvel da Dallasanta recebeu arquivos físicos do complexo hospitalar, podendo assim utilizar áreas antes ocupadas com os materiais para outros fins, ampliando espaços para a assistência. De acordo com a Santa Casa, a Dallasanta foi a pioneira na ação ainda em 2020, e está ajudando a instituição a adequar seus espaços enquanto operacionaliza a digitalização dos documentos físicos.

Para o diretor administrativo da Santa Casa, Jader Pires, “o apoio da Dallasanta tem sido muito importante, pois permite à Santa Casa, em um período de implantação de processos digitais de arquivamento, utilizar importantes áreas naquilo que é a essência da instituição, a assistência à saúde da população”.

ST. TROIS

A grife gaúcha St.Trois expande sua atuação nacionalmente com o lançamento do seu e-commerce, nesta sexta-feira, 09/07, às 20h. As fãs da marca poderão adquirir as peças da coleção Enchanté St. Trois FW21, com frete grátis nas primeiras 72h para todo Brasil. Para comemorar a novidade, a marca também apresenta uma nova campanha com olhar descontraído sob a mulher moderna em shooting dirigido por Luiza Gil, founder da descolada marca paulista A Rolê.

São Paulo

A parceria com Luiza Gil também resultou na entrada da St. Trois em São Paulo, em especial, nas produções de personalidades famosas. Recentemente a cantora Clau lançou o clipe “Só Eu e Você” com look St. Trois. Com formação em Produção de Moda pela Universidad de Palermo, Buenos Aires, Luiza Gil trabalha com o mundo fashion há mais de 10 anos. “Para esse editorial, quis mostrar a St. Trois por uma outra perspectiva. Acompanho o crescimento da marca há anos e, neste momento, parecia interessante abordar a mulher St. Trois sob outro olhar, mais descontraído, contemporâneo e leve”, comenta Luiza que já vestiu celebridades como Anitta, Luísa Sonza e Sabrina Sato. “A imagem de uma mulher que também evolui com o tempo, que tem seus objetivos traçados e gosta de estar alinhada com as principais tendências e movimentos globais. Esta mulher St. Trois que apresentamos no editorial”.

Enchanté St. Trois FW21

A coleção Enchanté St. Trois FW21 foi criada por Gabriela Trois pensando no novo olhar à marca e às mulheres. Adotando cada vez mais os conceitos slow fashion, a St. Trois, com produção artesanal, tem priorizado em suas criações peças atemporais, contribuindo com o consumo responsável e sustentável, já que o couro pode passar de geração para geração. Mantendo seu DNA, os looks primam pela simplicidade do chique. Com elegância e originalidade, algumas peças mais ousadas dão aquela pitada de contemporaneidade nas coleções, que também contam com looks conceituais. Há 9 anos no mercado, a St. Trois é especializada em couro de cabra e peles naturais premium. Além da loja St. Trois em Porto Alegre/RS, a marca também está presente em Boutiques Multimarcas e nos principais showrooms do País.

www.sttrois.com

www.instagram.com/sttrois

Imagens da Clau: Crédito Divulgação

Imagens Editoriais: Crédito Lucas Silvestre

Ficha técnica

Direção criativa: Luiza Gil

fotografia: Lucas Silvestre

Styling: Luiz Freiberger

Beleza : Júlia Tartari

Modelo: Sofia Nehring Direção de vídeo: Emmanuel Seelig

MÃES CHEFE DE FAMÍLIA

De acordo com o IBGE, mais de 34 milhões de mulheres são chefes de família no Brasil, o que representa um aumento de mais de 100% em relação a 2001. Elas estão no comando de 47,5% dos lares, e enquanto 92% se reconhecem como donas de casa, 83% se entendem como chefes de família, é o que aponta o mais recente estudo organizado pelo C.Lab, laboratório de pesquisas inhouse da Nestlé, em parceria com o Studio Ideias.
A pesquisa, realizada de maneira online com 700 mães chefes de família de todas as regiões do país, ouviu mulheres de diferentes classes sociais, entre 25 e 54 anos de idade e consideradas 100% provedoras financeiras da casa. Apesar de 9% das respondentes mencionarem que a vida mudou para pior nos últimos cinco anos, 57% revelam que, apesar dos desafios, a vida mudou para melhor no mesmo período, enquanto 34% dizem que não perceberam mudança em nenhum dos dois sentidos.
“Esse estudo revela o quanto a pressão sobre a mulher ainda é grande, mas mesmo com tantas tarefas, elas seguem com um olhar positivo sobre a vida. Apesar de serem as responsáveis financeiras pelos lares, muitas delas ainda não compreendem a importância disso e se definem apenas como donas de casa, não como chefes de família. O peso é muito maior”, comenta Milena Shimizu, gerente de pesquisa de Mercado da Nestlé.
O orgulho de ser quem são fala mais alto entre essas mães apesar de alguns empecilhos, 80% delas têm orgulho da mulher que se tornaram. No entanto, 65% acreditam que as mães chefes de família não são bem representadas na publicidade. Além disso, metade das entrevistadas enxerga a tarefa de ser chefe de família como “um peso e um prazer”.
Quando questionadas como se sentem diariamente, essas mulheres apontam o cansaço em primeiro lugar, seguido por estresse, mas apesar desses pontos, elas também se sentem fortes e esperançosas. Apenas 48% das mulheres concordam com a frase “Eu escolhi ser chefe de família”.
A pesquisa identificou temas para compreender melhor cada aspecto do que significa ser mãe chefe de família no Brasil. Foram elencados sete pontos e dentro deles analisadas as diferenças.
Papel Social: Nessa frente, a pesquisa identificou que ser mulher e chefe de família é diferente para homens e mulheres. Na visão das entrevistadas, por exemplo, 64% concordam com a frase “Um homem não seria capaz de dar conta sozinho do que eu faço”. Além disso, para as mulheres que moram com cônjuge, 54% consideram a divisão de tarefas dentro de casa injusta. Para as mães solo, a tarefa fica ainda mais pesada, já que a rede de apoio é menor, elas contam apenas com o suporte dos próprios filhos ou parentes (quando têm).
Trabalho | Renda: Mesmo com todo o cansaço, 68% das entrevistadas concordam com a frase “Apesar das dificuldades, prefiro me sustentar sozinha do que ser sustentada”, mas ainda assim elas sentem que o mercado de trabalho ainda não valoriza esses papeis, já que 44% dizem que “o fato de ser mãe cria dificuldades para a minha carreira”. Além disso, elas pedem por mais respeito, 53% concordam a colocação “Gostaria de ser mais respeitada no trabalho que estou hoje” como verdadeira. Quase metade revela que não considera o salário justo, para 46% o fato de ser mulher faz com que ganhe menos do que deveria.
Quando o levantamento aborda a questão do estudo, 38% das mulheres afirmam que fazem menos cursos do que gostariam.
Consumo: A pesquisa identificou mistos de prazer e frustração entre as entrevistadas quando o assunto é consumo, 81% delas concordam que “entre comprar algo para mim e comprar algo para os meus filhos, geralmente opto por comprar algo para meus filhos”. Na lista de prioridades, as necessidades pessoais ficam por último.
Alimentação: Já no quesito alimentação, elas encontram nesse item mais uma maneira para demonstrar afeto e carinho pelos filhos, 85% afirmam que gostam de cuidar da alimentação da família, no entanto 50% das entrevistadas dizem que têm menos tempo do que gostariam para cuidar da alimentação dos filhos. Para 72%, as marcas poderiam pensar mais nas mulheres chefes de família na hora de desenvolver os produtos. Preocupadas com a alimentação, 66% concordam que alguns alimentos industrializados são aliados no dia a dia para garantir praticidade à alimentação.
Em uma pesquisa espontânea de marcas consideradas parceiras e presentes no cotidiano, as mais lembradas pelas mães chefes de família são: Nestlé, Sadia, Danone, Vigor, Camil, Ninho, Ypê, entre outras.
Cuidado: Estar ao lado dos filhos e cuidar deles é a prioridade máxima dessas mães, mas 57% afirmam ter menos momentos de lazer com os filhos do que gostariam. Ao mesmo tempo em que querem cuidar deles, elas também se sentem sozinhas, para 73% dessas mulheres a frase “Sinto que cuido mais dos outros do que os outros cuidam de mim” é verdadeira. De acordo com a pesquisa, elas se inspiram em mulheres como Michelle Obama, Gloria Maria, Beyoncé, Cora Coralina, Elizabeth Gilbert, entre outras, para seguirem com as demandas e cuidados.
Autocuidado: No que diz respeito ao cuidar de si mesmas, a maioria concorda que tem menos tempo do que gostaria. Para 79%, elas precisam cuidar de tantas questões que acabam esquecendo ou não podendo cuidar delas mesmas. E quando elas conseguem um tempo sozinhas, 69% dizem que muitas vezes não sabem nem o que fazer. Para 74% das mulheres, “em outros momentos da vida, já cuidei melhor do meu lado vaidoso”.
Futuro: A pandemia acabou mudando muitos planos para essas mulheres, que foram afetadas de diversas maneiras, mas que enxergam um futuro de oportunidades. A preocupação maior segue com a família e 80% delas gostariam que as filhas crescessem com exemplos de figuras femininas fortes e independentes.

NEGÓCIOS DIGITAIS

O avanço tecnológico acelerado e as dificuldades durante o cenário de pandemia fizeram com que o empreendedorismo digital alavancasse o Brasil, já que muitas empresas se voltaram para esse universo, devido ao boom do e-commerce e do distanciamento social. Isso foi percebido também pelas ferramentas que ajudam os pequenos empreendedores a hospedarem e divulgarem infoprodutos, como por exemplo, cursos online.
E foi nesse cenário que a HeroSpark, solução unificada para empreendedores digitais, viu seus números darem um salto: cresceu mais de 50 vezes o número de alunos nos cursos hospedados na plataforma, além de 1002% o número de empreendedores buscando a solução.
“A pandemia fez com que muitos empreendedores repensassem suas carreiras, muitos deles entraram no universo digital seja para começar algo novo ou para conseguirem uma renda extra neste momento complicado”, avalia Rafael Carvalho, COO da HeroSpark. Abaixo estão cinco negócios que deram certo ao entrarem no universo digital. Confira:
Independência financeira
Paulo Roberto, conhecido como “Morpheus”, em referência ao personagem do filme Matrix, precisou abandonar sua graduação na faculdade pela necessidade de trabalhar. Ele investiu, inicialmente, R$ 50 para tentar empreender digitalmente e ingressou no chamado mercado de afiliados, no qual atuava como revendedor de produtos físicos e digitais, recebendo comissão por isso. “Faturei múltiplos de seis dígitos nesse meio tempo. Fui premiado e reconhecido a ponto de ser convidado a me tornar gerente de afiliados e, então, passei a ensinar outras pessoas a terem resultados na área”, conta Morpheus. Em 2020, o Portal Matrix registrou um faturamento de R$830 mil e, no último semestre, a empresa já bateu esse valor em duas vezes.
Churrasco
Durante a pandemia, o churrasqueiro Lamonnyel Moraes precisou buscar uma outra forma de empreender e ganhar dinheiro. Foi quando ele decidiu, no início deste ano, abrir um curso online que ensina como fazer churrasco. No primeiro mês do curso ele reuniu cerca de 80 alunos e faturou mais de R$25 mil. “Acreditar que eu poderia por meio do meu conhecimento fazer a diferença na vida das pessoas foi minha virada de chave. Entendo que para quem quer empreender deve buscar conhecer a fundo o mercado em que irá atuar, a estratégia de negócio, todas etapas da produção, quais os prós e contras, montar um plano de negócio analisando possíveis cenários e o principal: dedicar toda energia para fazer isso dar certo”, comenta o churrasqueiro.
Escritores de livros e e-books
Com o aumento do número de livros escritos no Brasil, a Editora Gente investiu no universo digital. Com a iniciativa, a editora ajuda mais autores, por meio de uma imersão Best-Seller online a produzirem e lançarem seus livros. “Há mais autores apostando neste mercado, empreendedores e pessoas de diversos setores escrevendo sobre suas experiências. Em momentos de pico, a nossa editora chegou a receber cerca de 800 projetos para analisar em um mês”, revela Rosely Boschini, CEO da Editora Gente. A venda de livros em fevereiro foi 6,29% a mais do que no ano passado, ainda segundo o levantamento, registrando R$ 172 milhões no mês.
Medicina veterinária
Com investimento inicial de R$ 300, o médico veterinário João Amadio decidiu começar o próprio negócio em Curitiba: a VeteduKa, empresa que oferece cursos de educação continuada online para estudantes de medicina veterinária e médicos veterinários já formados. Inicialmente, a operação funcionava de forma apenas presencial, mas, em 2017, ele conseguiu migrar o negócio para o formato de educação a distância (EAD), por meio da plataforma oferecida pela HeroSpark. Em dezembro de 2019, a companhia tinha 367 alunos matriculados; já em 2020, o número subiu para 3.323, com um faturamento anual de R$ 2 milhões.
Medicina tradicional chinesa
A MTCBox foi fundada em 2019 por duas nutricionistas, apaixonadas pelas Medicinas Integrativas, que no decorrer de suas carreiras perceberam o quanto era importante – e mais efetivo – tratar os pacientes em suas várias dimensões: mental, física e espiritual. Em 2020, as sócias Eleonora Comucci e Carolina Borba lançaram o primeiro curso. O lançamento coincidiu justamente com o início da pandemia de COVID, então as viagens pararam, os eventos deixaram de existir e os alunos foram “obrigados” a migrar para os meios digitais de educação. Em 2020, a empresa fechou o ano com um faturamento 100% maior do que no ano anterior.

REALITY SHOWS

Os reality shows caíram no gosto do brasileiro e tornaram-se uma grande oportunidade para as marcas. A edição de junho do Data Stories, conteúdo temático produzido pela Kantar IBOPE Media, mostra que a publicidade nos reality shows teve um aumento de 26% em 2021 (em relação ao mesmo período em 2020).

O branded content tem ganhado tanto destaque que, neste ano, o crescimento das inserções nesse tipo de formato em reality shows na TV foi de +79% em relação ao mesmo período do ano passado (janeiro a abril).

As diferentes possibilidades de inteiração e de entretenimento que o reality show oferece, fez multiplicar o número de formatos e o aumento da audiência: 19% no total do gênero, 853% dos realities musicais e 147% nos de empreendedorismo e negócios.

Os reality shows também conquistaram as redes sociais, principalmente pela inteiração com o público mais jovem. Foram +294 milhões de tweets gerados, um aumento de 26% em relação ao mesmo período de 2020. Segundo o Kantar Social TV Ratings, 92% dos tweets sobre programação da TV, em 2021, são relacionados a reality shows.

Confira mais na edição de junho do Data Stories, disponível no site da Kantar IBOPE Media.

HOME OFFICE

A praticidade do Home Office já motiva muitas pessoas – e empresas – a adotarem definitivamente a modalidade. De acordo com pesquisas da Solutto, fornecedora de sistemas de gestão especializados em franquias e redes, feitas para a implantação da spin-off Mokaly, ferramenta de integração de times, o trabalho remoto veio para ficar.

A pesquisa mostra que as pessoas estão se sentindo mais produtivas no trabalho remoto (55,9%). Os participantes do estudo elencaram as principais vantagens de ser Home Office. Não precisar se deslocar ao escritório (39,33%), economizar em almoçar fora e/ou transporte (19,94%), não ser interrompido/concentrar-se mais (13,15%), estar mais tempo com a família (13,04%), pelo conforto de casa (5,50%), sentir-se mais produtivo (5,28%) e a liberdade para estar em qualquer lugar enquanto trabalha (3,45%) foram as razões destacadas pelos mais de 800 trabalhadores ouvidos.

Apenas 3,8% deseja voltar ao trabalho totalmente presencial. A maioria, 41,8% gostaria que tivessem ao menos alguns dias remoto. Outros 39,3% preferem um trabalho totalmente remoto mas com reuniões presenciais, enquanto 15,1% prefere Home Office sem nenhuma concessão.

LEIA MAIS

Destaque: Painel instalado pela Sinergy e Armazém de Mídia é aposta para mídia exterior

Especial: Ideias não dão em algoritmo: o novo curso do Clube de Criação na ESPM

Artigos: Rodrigo Catani, Fernanda Nascimento, Simone Cyrineu e Vivian Rio Stella

E, também confira a charge semanal de Cado Bottega

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *