NOTAS DA SEMANA – 05.11.2021

ENTREVISTA COM ANTONIO BRISOLLA

1. Quem é Antonio Brisolla?

Um ex-estudante de economia e direito, que se formou em administração de empresas e que há 16 anos se apaixonou pelo mercado publicitário. Pai do Francisco e da Cecília e neto do saudoso Guilherme Cruxen Brisolla, meu grande professor de vida e da área comercial.

Maratonista. A corrida me ensinou a respirar, criar e a refletir!

Nasci em Porto Alegre, mas me criei nas bandas da fronteira, em Santana do Livramento. Na busca pela minha independência, arrisquei girar o mundo numa viagem que me ensinou muito sobre como “sobreviver” por minha conta e também como curtir a vida e as diferentes culturas. Nessas andanças, iniciei cursando italiano em Firenze, passei pela Austrália estudando e trabalhando e finalizei essa etapa em Barcelona, onde me deparei com a arte da venda e aprendi muito sobre o relacionamento com o cliente. E claro, por lá, também tive a honra de ver meu Inter Campeão Mundial!

Entre uma viagem e outra, tive meu primeiro contato com a publicidade como estagiário na DCS, onde convivi com grandes nomes da propaganda gaúcha e aqui preciso agradecer especialmente à querida Vera Peres, que indicou-me para meu primeiro trabalho na OPEC do SBT RS onde, antes de retornar à Espanha, fui assistente da Geisa Azambuja, que  ensinou-me com excelência tudo sobre operação no meio TV. 

Assim que voltei ao Brasil, em 2007, recebi um novo convite do Luis Cruz para regressar ao SBT como OPEC e assistente de vendas e logo em seguida para o grande desafio de ser um executivo comercial, com a missão de capilarizar o mercado, pulverizando o atendimento da emissora em clientes e agências onde ainda não havíamos chegado. A partir daí, foi uma super escola e oportunidade de crescimento, sob o comando do líder CarlosToillier, que sempre estimulou, potencializou e lançou minha atuação no mercado nacional, permitindo que eu tivesse conhecimento da rede como um todo. Foram grandes projetos, muitas parcerias, onde pude me desenvolver e desenvolver bons negócios, principalmente na região sul, onde atuei ao lado de profissionais e professores incríveis como o Reinaldo Valdez.

Minha história no SBT encerrou após 14 anos e como fruto de muito trabalho, muitas conquistas e dedicação, hoje estou empreendendo e construindo a minha hub de soluções em mídia, a AB² House. Represento veículos renomados como Grupo Disney em SC, Editora Globo no PR, Amasalva e Play9 na região sul, além de rádios, mkt esportivo, OOH e gestão de projetos multiplataformas com artistas e atletas. A AB² House representa também a minha fome de aprender mais sobre os diversos caminhos da publicidade. 

Por fim, nesse percurso aprendi que o verdadeiro sucesso dessa jornada são as relações que somam aos nossos propósitos. Não posso deixar de citar a parceria da Dani e Marcos Zani. Amigos e profissionais que somam! 

Aproveito a audiência para homenagear um cara ímpar, que nos deixou agora em setembro. Lucas do Valle, amigo querido que o SBT me trouxe. Não tivemos oportunidade de despedida, mas o que ficará para sempre é a amizade e a gratidão pela tua mão estendida!
2. O que te anima no mercado de comunicação?

A oportunidade que temos de inovar, reinventar ou co-criar com nossos clientes.

Nosso mercado exige esse dinamismo com envolvimento. Mergulhar no briefing e trazer soluções pertinentes, buscando o novo, mas coerente com a necessidade do cliente.
3. Venda, pós venda, ou resultado positivo?

Acredito no mix. A venda parte do entendimento para atender da melhor forma, mas sem o pós-venda se torna mais difícil manter o negócio. O resultado positivo é a consequência de uma boa venda e de um pós-venda satisfatório. Os dois lados, cliente e fornecedor, tendem a ganhar quando esses 03 pilares andam em equilíbrio.
4. Esposa e filhos acima de tudo?

A família é a base, em grau de prioridade sempre estará em primeiro lugar.

Para harmonizar a vida é necessário que o mais importante seja priorizar as pessoas que amamos. Portanto, ainda mais com a chegada da Cecília, eles não estão acima de tudo, mas sim ao meu lado. Minha força diária!

PREFEITURA POA

A licitação em andamento das agências já tem as notas técnicas e falta ainda preços e possíveis intervenções dos que não serão habilitados, como publicamos em edição extra anteriormente Centro e SPR lideram. Porém, nada deve ser efetivado se a grande parcela de veículos e fornecedores não tiverem sido pagos da campanha de 2020. Os valores penam na Secretaria da Fazenda do Município que apesar da solução dada pela PGM ainda não efetuou o pagamento. O Secretario de Comunicação está empenhado e não conseguiu resolver, apesar de já estarmos no fim de 2021.

EMPREENDEDORISMO

Não há dúvida que o empresário Daniel Costa foi o grande empreendedor de 2021 com suas placas de esquina e placas digitais de Porto Alegre.

VENDAS

Vem aí uma grande notícia de um grande grupo de comunicação na área comercial.

ARP ACADEMY

Em meio ao lançamento do Salão ARP 2021, que retorna ao seu formato presencial, a Associação Riograndense de Propaganda (ARP) anuncia mais uma edição do ARP Academy, que já está com inscrições abertas. A iniciativa acadêmica acontece paralelamente à premiação, com objetivo de selecionar a criatividade de estudantes de Publicidade e Propaganda. A partir disso, será designado o “Estudante do Ano”, que recebe a famosa estrela da ARP no grande evento que ocorrerá dia 6 de dezembro.

Em sua 3ª edição, o ARP Academy visa proporcionar complemento acadêmico por meio do desenvolvimento de peças publicitárias e/ou ações criativas que envolvam marcas reais. O cliente desse ano será a Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. A ideia é que a experiência possibilite que a base teórica, adquirida em sala de aula, seja aplicada na prática cotidiana do mercado de trabalho.

“O prêmio mais uma vez mostra conexão com temática cara aos estudantes. Nas edições anteriores, envolvemos marcas globais e nacionais. Desta vez, chegou a hora de contribuir com a nossa Santa Casa de Misericórdia, uma das marcas mais queridas dos gaúchos”, declarou o diretor Acadêmico da ARP, Alessandro Souza.

O ARP Academy é exclusivo para universitários associados à entidade e não exige pagamento de inscrição, que deve ser individual ou em dupla – sendo que cada inscrito deve contar com um professor orientador que, por sua vez, também precisa ser sócio da ARP. As inscrições estão abertas desde 1º de novembro e vão até o dia 26 do mesmo mês, data final para a entrega dos trabalhos.

Os três primeiros classificados serão convidados a participar do Salão ARP. A divulgação dos selecionados ocorrerá até o dia 3 de dezembro e o julgamento será realizado pela equipe de Marketing e Comunicação do cliente. O critério de avaliação será a criatividade e a adequação ao briefing. Confira mais detalhes em www.arpacademy.com.br.

MOOVE

Criatividade, bons relacionamentos para gerar novas conexões, ética e foco nos resultados para os clientes — quatro pontos considerados fundamentais para o time da Moove executar suas atividades na agência, considerada a quarta maior do Rio Grande do Sul e uma das 60 maiores do Brasil, segundo o Cenp Meios 2020. Os princípios fazem parte do Código de Cultura da Moove, apresentado pelo CEO Gabriel M. Fuscaldo aos mais de 50 colaboradores.

De acordo com Gabriel, o Código de Cultura é uma síntese do time que busca construir agora e para o futuro da empresa. O guia, assinalou, não é um conjunto de regras estabelecidas, mas um documento que reúne propósitos e balizadores da cultura organizacional desejada. “Time bom é aquele que está sempre buscando melhorar”, completou.

A comunicação simples e fluida, a empatia entre os colegas e a busca de consensos para superar desafios são outros pontos que integram o Código de Cultura. O bom relacionamento entre a equipe – seja no ambiente on-line, presencial ou híbrido –, o trabalho organizado e criativo, bem como o estímulo à proatividade e aos feedbacks são essenciais para o avanço dessa cultura, segundo o CEO.

O documento contém ainda as condutas que não serão aceitas entre os colaboradores. Entre elas, estão atitudes machistas ou qualquer outro tipo de preconceito ou discriminação, comentários e piadas sobre origem, personalidade, corpo, rosto ou preferências de alimentação, mentiras ou comentários depreciativos.

No encontro com os colaboradores, foi destacada a adoção de um modelo de trabalho híbrido, com reuniões e atividades periódicas na sede, e outras, de forma remota. Uma mudança implementada desde o começo da pandemia é que todos os processos são digitais — decisões, trocas e acessos a informações, atribuição e devolutiva de tarefas. Assim, todos os integrantes diretamente envolvidos em um processo estarão informados sobre as etapas de determinado projeto.

“Buscamos reforçar a nossa identidade de time. Claro, como seres humanos, somos únicos e diversos. Mas, trabalhando juntos, formamos uma cultura, um modo de criar e operar, com uma identidade própria como equipe da Moove. Isso reflete em como nos relacionamos, atendemos nossos clientes e criamos comunicação para diversos públicos. Por isso, entendemos a nossa identidade como fator essencial”, afirmou Gabriel M. Fuscaldo.

LEBES

A “Missão Black Lebes”, mega movimentação de Black Friday da rede de varejo Lojas Lebes, já iniciou com força total, tanto nas lojas físicas como nas vendas online. A empresa vem se preparando há vários meses para garantir que os clientes encontrem uma grande variedade de produtos, além de ofertas e condições especiais de pagamento, durante todo o mês de novembro.

“A Black Friday é uma data consagrada no calendário do varejo mundial e a Lebes não mede esforços para possibilitar que os clientes realmente consigam realizar todas as compras que desejam em um só lugar. E neste ano, quando completamos 65 anos, esta ação vai ser ainda mais especial. Além dos clientes adquirirem os produtos para suas casas e suas famílias, ainda concorrem a 65 caminhões de prêmios da campanha de aniversário: “Lebes 65 anos. Realizando sonhos com você”. Com todos esses atrativos, a nossa meta é realmente zerar os estoques”, comenta Otelmo Drebes, presidente da rede.

A “Missão Black Lebes” vem acompanhada de um plano especial de comunicação e mídia, que vai incluir revista, PDV, ações com influenciadores, live, redes sociais e uma parceria, pelo segundo ano consecutivo, com o Grupo RBS, em formato 360º.

Para ir ao encontro de toda essa divulgação, não faltarão ofertas especiais! Quem tiver o App da Lebes vai receber em primeira mão e, a qualquer hora do dia, notificações de promoções pelo celular, enquanto, no e-commerce, o cliente poderá tentar a sorte na “Roleta de Prêmios”. Basta girar e descobrir qual desconto poderá ser usado na Black Friday da rede.

A Missão Black Lebes estará acontecendo em todos os canais da rede, atendendo ao cliente da forma como ele desejar: nas lojas físicas, pelo WhatsApp, no E-commerce e no Aplicativo Lebes.

FEEVALE

A partir de 3 de janeiro de 2022, as atividades acadêmicas de ensino de graduação e pós-graduação, pesquisa e extensão retornarão de forma totalmente presencial na Universidade Feevale. A medida foi anunciada nesta segunda-feira, 1º, em comunicado a estudantes, professores e funcionários da Instituição. 
A decisão está fundamentada na melhoria dos indicadores epidemiológicos, como a diminuição significativa do índice de transmissibilidade do vírus SARS-CoV-2, de internações em UTIs e de mortes causadas pelo coronavírus, em razão do aumento da população vacinada. Mantidas essas condições, a Feevale acredita que será possível a retomada integral das atividades presenciais. 
Devido à pandemia, em 17 de março do ano passado a Feevale migrou todas as suas atividades acadêmicas e administrativas para a modalidade on-line. Nesses meses todos, no entanto, a Universidade assumiu protagonismo na sociedade com diversas ações de combate à Covid-19, que vão desde a fabricação de EPIs e pesquisas até a realização de testes e apoio a mais de 40 municípios da região. 
A Feevale informou, ainda, que os protocolos de segurança serão mantidos e atualizados de acordo com as orientações das autoridades sanitárias. A Instituição também está articulando com representantes de toda a cadeia de serviços – restaurantes, lanchonetes, farmácia, transporte público e privado, entre outros – para que retomem o atendimento à comunidade acadêmica nos três câmpus. 
A presencialidade integral é considerada pela Feevale uma grande notícia neste fim de semestre. “Além de trazer nova esperança de retomada dos encontros presenciais no ano novo, essa decisão, nesta reta final de 2021, dá tempo para que todos possam se organizar para 2022. Concluam bem seus estudos e que o próximo ano seja alegre, colorido e cheio de vida como é a nossa Feevale com vocês aqui”, diz o comunicado.  

SBT RS

No próximo domingo, 07 de novembro, às 9h30, o SBT no Rio Grande do Sul estreia “Na Beira do Fogo com El Topador”, que terá como temática uma das maiores e mais famosas tradições gaúchas: o churrasco. E como o próprio nome diz, é na beira do fogo que tudo se inicia. Sob o comando de Antonio Costaguta, mestre parrillero do projeto “El Topador”, o programa propõe o resgate de receitas e do modo de ser gaúcho. “O telespectador pode esperar um programa alegre com muitas dicas simples, rústicas e criativas acerca do churrasco. Muita história, conteúdo técnico, teórico e cultural”, afirma Costaguta.

Antonio Costaguta, o El Topador, nasceu na fronteira, em Santana do Livramento/RS, divisa do Brasil com o Uruguai. Traz da família um pouco desta origem do “Gaúcho”, unindo o amor e a cultura das duas pátrias. Fez desta tradição do mundo rural e campeiro a sua essência, se especializando na cultura do assado e do fogo. Formado em Publicidade e Propaganda pela ESPM, tem sobretudo um olhar romântico e bucólico da vida do gaúcho e do nativismo. Andou por países como Uruguai e Argentina. Aprendeu nesses lugares técnicas que revelam sua essência: é Mestre Parrillero com mais de 10 anos de assados, diplomado pela Escuela Argentina de Parrilleros, em Buenos Aires e Bodega y Restaurante Garzón MasterClass Los Siete Fuegos com Francis Mallmann. “Ser um mestre parrillero é ser um condutor de confraternizações e experiências ao redor do fogo. O ingrediente que não pode faltar no churrasco é o amor, hermano!” diz.

“Na Beira do Fogo com El Topador” será exibido aos domingos, às 9h30, no SBT do Rio Grande do Sul. Serão 13 episódios sobre a arte de cozinhar sobre o fogo, recebendo convidados que tenham relação com o tema. A primeira temporada do programa será gravada no Refúgio El Topador, um espaço dedicado à cultura gaúcha, com fogo e carne de primeiríssima qualidade. O Refúgio é uma espécie de rancho utilizado para proporcionar experiências ao redor do fogo. De propriedade do falecido escritor e letrista Sérgio Napp, o espaço, por onde já passaram expoentes gaúchos como Mário Quintana e Elis Regina, pulsa música, cultura, poesia e, agora, o fogo e a cultura do assado. “Estou muito feliz em poder transmitir um pouco mais da nossa cultura na TV aberta. Tenho certeza que todos os amantes do churrasco irão se identificar com o programa. E com certeza, construir uma comunidade gigantesca, na beira do fogo, agora no SBT”, afirma o apresentador do programa. 

Segundo Clayton Yukio, supervisor de programação e coordenador de produção do SBT no RS, “‘Na Beira do Fogo com El Topador’ é mais um reforço do compromisso do SBT em produzir entretenimento valorizando as tradições e costumes do Rio Grande”. Para o programa de estreia, Antônio receberá o convidado especial André Haar, apresentador do SBT Rio Grande, e um amante da cultura do assado. 

Com a estreia de “Na Beira do Fogo com El Topador”, o programa “Masbah!”, que é exibido aos sábados, passa a ter uma segunda edição, exibida aos domingos, a partir das 9h. 

MASBAH!

O “Masbah!” deste sábado, 06 de novembro, irá viver uma experiência internacional dentro do Rio Grande do Sul. A apresentadora Brunna Colossi foi até Novo Hamburgo conhecer um restaurante temático, com diversos itens e pratos únicos da cultura americana. Luvas de Mike Tyson, capacete do Tom Brady, prancha do Kelly Slater. E claro, a tradicional costelinha americana. 

O programa continua testando as brincadeiras e experiências que andam dando o que falar nas redes sociais. Tem teste com refrigerante, espuma e com bexiga e água!

E já que tem estreia no SBT, o “Masbah!” foi visitar o mestre parrilleiro Antonio Costaguta. Ele, que irá apresentar o “Na Beira do Fogo com El Topador”, vai contar os detalhes do primeiro episódio que vai ao ar no domingo, 7 de novembro!

Na cozinha do Anonymus Gourmet desta semana, o menu será arroz colorido e frango bêbado. 

O “Masbah!” é exibido aos sábados, a partir das 12h, e o “Anonymus Gourmet”, logo após, no SBT do Rio Grande do Sul.

ZAFFARI

O supermercado Zaffari é o mais bem avaliado pelos consumidores brasileiros quando se fala em varejo alimentar, seguido de Muffato e Atacadão. A conclusão é de uma pesquisa feita pela empresa global de ciência de dados do consumidor Dunnhumby, que acaba de lançar, no Brasil, o Índice de Preferência do Consumidor (IPCon).

Presente em 13 países, a edição nacional do estudo considerou os 38 principais varejistas alimentares do País. Os seis motivadores de preferência do consumidor, ou seja, os aspectos que eles mais valorizam são, respectivamente: sortimento e variedade, preço, experiência na loja, produtos frescos, naturais e orgânicos; marca própria e conveniência & facilidades.

No ranking do IPCon, as marcas regionais e atacarejos tiveram um melhor desempenho. O supermercado Zaffari é o mais bem posicionado, seguido de Muffato e Atacadão. A principal hipótese é que os varejistas regionais estão mais próximos do cliente, entendem suas necessidades e constroem sua estratégia para atender às demandas dos consumidores.

“Os supermercados regionais entenderam o que o consumidor está buscando quando vai às compras e que não necessariamente todas as categorias precisam ter variedade de produtos, mas sim aquelas que fazem sentido dentro do contexto do consumidor. Nesse sentido, a marca regional faz a diferença em relação a oferta de produtos para o cliente final”, explica o diretor de preços e produtos da Dunnhumby, Rogério Aversa.

O principal fator de preferência no varejo foi sortimento e variedade, o que pode ser visto como uma resposta do consumidor às interrupções na cadeia de suprimentos durante a pandemia. O resultado também sugere que os varejistas precisam se concentrar no básico: permitir que os clientes encontrem a categoria, o produto, a marca, o tamanho certo, entre outros. Para fazer isso bem, o varejista precisa entender profundamente o comportamento do cliente.

“Antes da pandemia, os brasileiros se permitiam visitar mais de um ponto de venda, para buscar uma melhor alternativa de preço. O consumidor também fazia compras com maior frequência, o que facilitava essa pesquisa de preços. Em virtude das restrições de mobilidade e até mesmo o receio de ficar mais tempo fora de casa, as compras ficaram mais espaçadas e a expectativa era poder se abastecer em um só local. Com isso, tanto a disponibilidade de produtos quanto a percepção de preço se tornaram mais relevantes na escolha do local de compra”, destaca o country head da Dunnhumby no Brasil, André Rocha.

O varejista mais bem avaliado nesta categoria foi o Zaffari, seguido por Líder e Muffato.

Embora os consumidores classifiquem o sortimento e variedade mais importante do que o preço, a pandemia e a crise econômica pressionaram o varejo. O estudo foi realizado no auge da pandemia, com a crise econômica criando medo e incerteza entre a população em geral. Em momentos como estes, as pessoas tendem a fazer mais pesquisas de preços, comparar opções e procurar por mais ofertas. Contudo, é fundamental se atentar para a percepção de valor por parte do cliente, conforme explica Aversa.

“O consumidor toma a decisão de compra com base em uma cesta de produtos que ele compra frequentemente e já conhece os preços, porque fazem parte de sua rotina, mas quando vai ao supermercado acaba comprando vários outros itens. A crise aumentou a percepção de quais são os itens básicos dessa cesta. Portanto, o preço é mais importante naqueles itens em que o cliente sabe quanto custa e são esses que geram a conexão mais forte com o consumidor”, completa.

Mais do que preços baixos, os consumidores podem estar procurando o preço certo para o produto certo. Além disso, o atacarejo tem uma boa classificação entre os clientes. Nesta categoria, o Makro foi o mais bem avaliado, seguido por Atacadão e Mart Minas.

Uma visita à loja pode ser o momento mais importante no relacionamento com o cliente. Desde o momento da chegada ao estabelecimento, até o caixa ou o estacionamento, existem fatores potenciais de atrito ou encantamento e, para o consumidor, tudo acontece de uma vez.

“A experiência de compra considera uma série de fatores combinados. Alguns desses fatores podem ser secundários em virtude desses novos hábitos que observamos nos consumidores. Uma loja desorganizada pode até ser menos relevante, caso o consumidor encontre todos os produtos que procura, por um bom preço. Mas o risco é alto de confiar a experiência de compra proporcionada em poucos pilares. O ideal, apesar de desafiador, é que o varejista consiga oferecer uma experiência agradável e mais equilibrada ao seu consumidor”, destaca Rocha.

Os principais varejistas neste pilar foram Perini, Confiança e Zaffari, respectivamente.

O pilar produtos frescos, naturais e orgânicos é definido pela disponibilidade desses itens com bons preços e acesso a uma variedade de produtores locais. A valorização do comércio local, de produtos orgânicos e pequenos produtores é uma tendência que, mesmo que não permita escalabilidade, ainda precisa ser uma opção para clientes que estão cada vez mais interessados nos benefícios de saúde, ambientais e sociais.

Nesta categoria, o varejista mais bem posicionado foi o Líder, seguido de Zaffari e Angeloni.

Embora a marca própria não seja um dos pilares mais importantes para os consumidores do varejo alimentar brasileiro, ela pode fornecer aos varejistas uma entrega de valor, desde que esteja alinhada com a capacidade dos mesmos de oferecer uma boa variedade de produtos a preços baixos – os dois pilares mais destacados pelo relatório. Os seis motivadores de preferência do varejista não são igualmente importantes e o portfólio de marca própria de um varejista precisa se alinhar a uma estratégia maior do cliente.

“As marcas próprias são alternativas de um melhor custo-benefício para os clientes. Ou seja, os varejistas moldam a pirâmide de marca própria de acordo com a percepção de valor do consumidor e as lacunas no sortimento da loja”, destaca Aversa.

Nesta categoria, os principais varejistas foram Supermercados BH, Dia% e Carrefour, respectivamente.

Já a conveniência é definida pela capacidade do varejista de fornecer fácil acesso às lojas, estacionamento, checkouts rápidos e práticos, além de aplicativos para telefones celulares. Apesar de ser o pilar menos importante, a conveniência ganhou destaque durante a pandemia, uma vez que significa menos tempo na loja quando se tem necessidades imediatas.

Neste pilar, Zaffari assumiu novamente o primeiro lugar, seguido por Perini e Coop.

PRÊMIO CABORÉ 2021

A votação para a 42ª edição do Prêmio Caboré, principal premiação da indústria de comunicação brasileira promovida pelo Meio & Mensagem, já está aberta e segue até 2 de dezembro. A votação online é aberta exclusivamente aos assinantes de Meio & Mensagem ativos até a edição 1980. Para votar nos profissionais e empresas indicados nas 14 categorias, basta acessar o site. Para votar, é necessário possuir o M&M ID vinculado à assinatura. Todo o processo é auditado pela PwC.

Mais uma vez o Prêmio Caboré reconhece os profissionais e empresas cujos trabalhos vêm se destacando, sobretudo neste contexto desafiador imposto pela pandemia. A lista dos concorrentes ao Caboré 2021 mantém alto índice de renovação: dos 42 indicados, 31 disputam o troféu pela primeira vez e 36 ainda não têm a coruja. Em sete categorias, todos os concorrentes nunca disputaram antes: Profissionais de Marketing, Criação, Planejamento, Mídia, Inovação e Veículo, além de Serviços de Marketing. Nas demais categorias, são indicados pela primeira vez: Fatima Pissarra, como Dirigente; a Agência Gut; os Anunciantes Avon e iFood; os Profissionais de Atendimento, Fabio Brito e Fernanda Tedde; os Produtores de Conteúdo, Porta dos Fundos e R7; a Plataforma de Mídia TikTok; e a Endemol Shine, na categoria Produção.

Concorreram anteriormente, mas ainda não têm a coruja: o Dirigente Eduardo Simon, indicado em 2019 e 2016, nesta mesma categoria, e em 2012 e 2009, como Profissional de Atendimento; a Soko, que concorreu em 2019 na categoria de Serviços de Marketing e agora disputa a coruja de Agência; o Profissional de Atendimento Claudio Kalim, indicado em 2016; e as Produtoras Iconoclast e Stink, que concorreram, respectivamente, em 2017 e 2015. Apenas os seis demais indicados de 2021 já venceram anteriormente.

Vale lembrar que o processo de escolha dos indicados começa com uma ampla consulta a líderes do mercado e é encerrado após diversas análises dos editores do veículo. “A pandemia provocou profundas mudanças na indústria da comunicação, regida principalmente pela relação humana, e o Caboré buscou reconhecer quem fez a diferença e está preparado para a retomada do mercado”, explica Marcelo Sales Gomes, presidente do Meio & Mensagem.

A cerimônia de premiação do Caboré acontecerá no dia 6 de dezembro, no Clube Atlético Monte Líbano, em São Paulo (SP).

CONSUMO DE BAIXA RENDA

Os brasileiros das classes C e D aumentaram os gastos com viagens em setembro em comparação com agosto, de acordo com a Pesquisa de Hábitos de Consumo da Superdigital, fintech do Grupo Santander. Segundo o levantamento, os setores que mostraram recuperação mais significativa no consumo foram Companhias Aéreas (13%) e Hotéis e Motéis (8%). No balanço geral, o consumo recuou 4%.

No Rio Grande do Sul, a queda no consumo foi de 5% em setembro com relação a agosto, puxado, principalmente, por Automóveis e Veículos (-23%), Telecomunicações (-14%), Serviços (-7%), Lojas de Roupas (-6%) e Rede Online (-6%). Contudo, o consumo acelerou nos setores de Companhias Aéreas (25%), Hotéis e Motéis (25%), Diversão e Entretenimento (20%), Restaurantes (3%) e Transportes (2%).

Todas as regiões registraram queda, puxadas pelo Norte (-8%) e Nordeste (-7%). O Sul recuou 4%; o Sudeste, 3%; e o Centro Oeste, 1%.

De acordo com Luciana Godoy, CEO da Superdigital, “as pessoas estão mais confortáveis e confiantes para voltarem a viajar. De fato, por conta da pandemia, muitas viagens foram adiadas e, com o avanço da vacinação e a queda no número de contaminados, é normal que a população retome as viagens e os planos que foram adiados em 2020 e primeiro semestre de 2021”, afirma ela.

Os demais setores que mostraram recuperação no consumo foram Diversão e Entretenimento (3%), Telecomunicações (2%), transporte (1%) e combustíveis (1%). Na outra ponta, os gastos que mais caíram foram Rede Online (-7%), Automóveis e Veículos (-6%), Lojas De Roupas (-5), Lojas de Artigos Diversos (-3%) e Prestadores de Serviços (-3%).

O levantamento mostra também que o principal gasto do orçamento das famílias é com Supermercados (37%), seguindo de Restaurantes (12%) e Lojas de Artigos Diversos (11%).

Em setembro, 84% dos gastos foram feitos presencialmente, o que representa um ponto percentual a mais em comparação a agosto e 3 pontos a mais que junho. Em relação ao ticket médio, houve aumento significativo nos setores de Companhias Aéreas (24%), Hotéis e Motéis (11%), Transportes (5%) e Diversão e Entretenimento (5%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *