KANTAR CRIA RECURSO PARA DETECTAR CONSUMO DE VÍDEO ONLINE – 16.07.2021

Na quinta-feira do dia 4, a Kantar Ibope Media anunciou o Focal Meter, novo recurso que identifica o consumo de conteúdo em vídeo online em diferentes aparelhos por meio da conexão com o roteador do ambiente. A empresa vai instalar o aparelho no segundo trimestre do ano. A intenção é que ele ajude na criação de uma visão integrada do consumo de conteúdo cross mídia para “demonstrar o valor do conteúdo e da publicidade em um ambiente de mídia cada vez mais fragmentado”, diz o comunicado da empresa.

O anúncio foi feito junto com a divulgação da primeira edição do Inside Video, pesquisa sobre o cenário de consumo de vídeos online no Brasil. O estudo destaca os internautas do País como uma audiência maior do que a média dos demais países estrangeiros. Enquanto 80% dos brasileiros assistiram vídeos online gratuitos em 2020, a porcentagem de estrangeiros que fizeram o mesmo foi 65%. Nas redes sociais, os números foram 72% e 57%, respectivamente. Em relação ao consumo de streamings por assinatura, a diferença diminui: 62% e 50%. Ao todo, 99% dos usuários de internet veem vídeo.

A edição da pesquisa também forneceu mais detalhes sobre cada mercado do segmento de vídeo online. Conforme os resultados para streaming, o Inside Video identificou que os usuários estão buscando mais plataformas gratuitas e que a competitividade entre os players deve acirrar.

Dos internautas, 68% assistiram a mais vídeos por streamings gratuitos em contraste com os 58% que consumiram mais streamings pagos. Esses últimos têm a atenção de cada usuário por 1h49 diariamente. Dos assinantes, 8% não consideram cancelar os planos das plataformas às quais assinam, o que, segundo a Kantar Ibope Media, indica um desafio para o mercado com crescente competitividade.

Respondendo a essa demanda aumentada pelo isolamento e procurando conquistar sua fatia da audiência, o relatório ainda mostra que os players aumentaram em 82% seus investimentos publicitários em relação à 2019, investindo em três meios no mínimo. Já as maiores plataformas do segmento apostaram em seis meios cada.

Em 2020, 204 milhões de brasileiros assistiram televisão, em uma média de 7h09 por dia — um aumento de 37 minutos em comparação com o ano anterior e o número mais alto desde 2015. A empresa sugere que o ganho de audiência se deu por conta do noticiário do ano. Os canais de notícias receberam 30% a mais do tempo de sua audiência.

O pico de audiência, por exemplo, ocorreu em 24 de março, quando foi anunciado o fechamento do comércio nas capitais do país, o adiamento da Olimpíadas de Tóqui e a notícia de que os Estados Unidos havia se tornado o epicentro da pandemia da Covid-19. Neste dia, o público telespectador foi 23% maior do que a média anual (18%).

No campo publicitário, a Kantar Ibope Media argumenta que o uso de ferramentas interativas está crescendo e que 8% dos brasileiros usaram um QR code pela primeira vez durante a pandemia.

Fonte: Meio & Mensagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *