José Maurício Pires Alves 13-03-20

VENCEDORES X PERDEDORES

Por José Maurício Pires Alves – Atalho Soluções em Comunicação

A todo momento recebo pelas redes sociais sugestões de como ser um vencedor na área profissional, financeira, social ou pessoal.

Isto quer dizer que tem muita gente perdendo com os momentos de crise política e financeira em que vivemos agora.

É a velha condição de todos os tempos em que sempre tentaram caracterizar as pessoas: vencedores e perdedores.

Eu que sou vendedor há 50 anos estou sempre sujeito a uma destas situações e já me considero invencível.

Não porque ganhe sempre e sim porque posso ser aceito, ignorado, rejeitado, mas não desisto nunca. Vou que vou.

E tenho estudado muito as características dos vencedores.

Não pensem que a vida deles é fácil.

Eles não têm só sorte. Tem conhecimento, tem técnica, atitude positiva, perseverança, qualidade e empenho.

Aprenderam com seus erros e não os repetem, projetando sempre um novo futuro muito melhor.

Já os perdedores têm complexo de culpa. Em tudo eles vêm um grande problema.

São acomodados, tem baixa estima, são tão pessimistas que as vezes nem tentam o sucesso por achá-lo impossível.

Vencer ou perder, faz parte do jogo.

O que não podemos é perder sempre.

O pensador americano Normam Peale colocava assim a diferenciação:

“Os covardes nunca tentam, os fracassados nunca terminam e os vencedores nunca desistem”.

E agora, ainda vem o coronavirus tentando piorar tudo.

Até as mídias em alguns veículos de comunicação estão sendo suspensas por cauda deles.

Então, gente amiga, só nos resta enfrentar tudo isto. Com fé e esperança.

E para encerrar coloco um pensamento de Alice no País das Maravilhas:

Só podemos alcançar o impossível se acreditarmos que é possível.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *